Bocardi sobe o tom com sindicalista sobre greve e público aponta "invertida"

Amanda Caroline
·2 minuto de leitura
Bocardi e Prazeres discutem ao vivo no 'Bom Dia SP' (Foto: Reprodução/TV Globo)
Bocardi e Prazeres discutem ao vivo no 'Bom Dia SP' (Foto: Reprodução/TV Globo)

Rodrigo Bocardi subiu o tom com o coordenador do Sindicato dos Metroviários de São Paulo, Altino Prazeres, durante entrevista ao vivo no ‘Bom Dia São Paulo’ desta terça-feira (28). O âncora questionou o mobilizador sobre a greve da categoria durante a pandemia, que gerou transtornos na capital paulista hoje pela manhã mesmo após o fim da paralisação. O público enxergou uma “invertida” do sindicalista e sua participação no jornal viralizou nas redes sociais.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter

O jornalista perguntou por que o movimento não foi realizado antes da pandemia do novo coronavírus e se não poderiam ter “conversado mais” para não colocar a vida dos usuários do metrô em risco (algumas estações amanheceram fechadas, formando aglomerações nas ruas).

Leia também

“Como o sindicato enxerga uma greve no meio de uma pandemia, uma de um serviço essencial? Transportando pessoas que tiveram redução de salário, que estão em busca de emprego, atendimento médico... Considera razoável uma paralisação?”, dispara Bocardi.

Prazeres citou desigualdade social em sua resposta e chamou atenção. “Bilionários aumentaram suas riquezas durante o período de pandemia. É justo os bilionários ficarem mais ricos na pandemia e tirarem os direitos dos trabalhadores da saúde, do transporte e dos desempregados? Está errado. A luta dos metroviários é para resistir”, rebate o sindicalista.

“Por que os bilionários ficam mais ricos e os trabalhadores têm que pagar os custos dessa crise que eles mesmos criaram? Vamos todos trabalhar por uma sociedade melhor porque essa sociedade é injusta”, finaliza.

O vídeo foi compartilhado por Gregório Duvivier, que ironizou uma fala do global. Confira:

Os comentários sobre a conversa acalorada têm Rodrigo Bocardi como alvo. “A arrogância desse jornalista como se soubesse o que é utilizar transporte público”, aponta uma internauta. “Jantou o Bocardi”, “um tapa na cara”, “ele ficou até sem graça” e “Prazeres foi certeiro” são algumas das opiniões que circulam no Twitter.