Rock in Rio Lisboa é remarcado pela 2ª vez e vai para 2022 por causa da pandemia

AMON BORGES
·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Rock in Rio Lisboa anunciou nesta quinta (4) o adiamento pela segunda vez por causa da pandemia do novo coronavírus. A nona edição do evento na capital portuguesa vai ser realizada em 18, 19, 25 e 26 de junho de 2022. Inicialmente o festival ocorreria nos dias 20, 21, 27 e 28 de junho de 2020, mas foi remarcado pela primeira vez para 19, 20, 26 e 27 de junho de 2021. “Infelizmente, ainda estando em estado de emergência, a gente não consegue ter a perspectiva de que um evento dessa dimensão, com as suas características originais, possa acontecer em junho”, diz a vice-presidente do Rock in Rio, Roberta Medina, em comunicado. “Assim que o estado de emergência acabar a gente vai divulgar todas as informações pertinentes para todos vocês que já têm os bilhetes. É um momento super frustrante”, afirmou a Roberta Medina, à época da primeira remarcação. A decisão de adiamento foi tomada após diversos estudos de viabilidade, afirmava o comunicado. “Entretanto, todas as medidas implicariam em retomar as montagens da Cidade do Rock em um momento que ainda não seria favorável (maio)”, dizia a produção em nota. Informações sobre a programação não foram divulgadas. Já estavam confirmados nomes como Foo Fighters, Post Malone, Black Eyed Peas, The National, Liam Gallagher e Camila Cabello. Entre os brasileiros, Anitta, Ivete Sangalo, Iza, Ney Matogrosso, Projota e Giulia Be já haviam sido anunciados. Por ora, o Rock in Rio no Brasil não sofreu alteração nas datas: 24, 25, 26 e 30 de setembro e 1º, 2 e 3 de outubro. Entre as atrações já divulgadas estão Iron Maiden, Dream Theater, Megadeth e Sepultura em uma dobradinha com a Orquestra Sinfônica Brasileira, no palco Mundo, e Living Colour com o guitarrista Steve Vai, no palco Sunset.