Rock in Rio 2022: confira os protestos contra Bolsonaro no festival

Mais um Rock in Rio chegou ao fim! O festival, que acabou no domingo (11), além de música, também foi palco de política.

Diversos artistas e fãs se manifestaram contra Jair Bolsonaro (PL). Através de cartazes e falas, eles criticaram o atual presidente.

Shows de Sepultura e Emicida

Nos primeiros dias de apresentação foi possível ouvir o público dos dois shows dizendo "Fora Bolsonaro" em alto e bom som.

Show da banda Living Colour

Na primeira sexta-feira do festival, a banda Living Colour abriu o show dedicando a Marielle Franco, assassinada com o seu motorista em 2018.

Durante a canção "Wall", o cantor mostrou um cartaz escrito "Vote" de um lado e "Democracia" do outro.

Após isso, o público começou a protestar contra Bolsonaro.

Show Ratos de Porão

A banda punk também usou o espaço do Rock in Rio para se manifestar politicamente.

O baixista Paulo Sangiorgio usou uma camiseta do MST e uma bandeira do Movimento ficou estendida sobre uma caixa de som.

Além de se posicionar a favor do movimento, a banda também puxou a fala “Fora Bolsonaro”.

Show Ivete

No último dia, a cantora baiana protestou contra as armas e fez um inflamado discurso sobre o Brasil, que foi acompanhado por gritos contra Bolsonaro.

Depois disso, Ivete ainda declarou: "Dia 2, vamos mudar tudo".