Robin Williams sofria grave doença cerebral quando se matou, revela biografia

(Imagem: divulgação CBS)

Robin Williams lutava contra uma grave desordem cerebral diagnosticada pouco antes de cometer suicídio, que o fazia perder a vitalidade e dificultava a memorização de falas, entre outros sintomas. A revelação, divulgada pelo site Deadline, está na biografia escrita pelo jornalista Dave Itzkoff, que será lançada este mês.

Inicialmente, Williams apresentava tremor nas mãos, o que levou os médicos a acreditarem que ele começava a apresentar os primeiros sinais do Mal de Parkinson. Porém, os sintomas seguintes revelaram que o ator sofria de uma doença ainda mais rara, a demência de Corpos de Lewy difusa. Este é um mal semelhante ao Alzheimer, não tem cura e afeta pensamento, a memória, as emoções e os movimentos do corpo.

“Se Robin tivesse sorte, teria tido mais três anos. E teriam sido anos difíceis. E há uma boa chance de que ele fosse internado”, declarou Susan Williams, viúva do astro, em entrevista dada no programa Good Morning America, em novembro de 2015, um ano após a morte do marido.

A maquiadora Cheri Minns, que trabalhou com o ator em um de seus últimos filmes, ‘Uma Noite no Museu 3’, relata que presenciou momentos dramáticos do colega. “Ele ficava soluçando nos meus braços no fim de cada dia. Era horrível. Horrível”, declarou ao biógrafo.

Ela ainda diz ter sugerido que o comediante voltasse a fazer shows de stand-up, como forma de reecontrar o ânimo. Mas Robin Williams, já sofrendo de depressão, afirmava acreditar não saber mais como ser engraçado.

Seu estado era ainda pior durante as filmagens da série ‘The Crazy Ones’, que teve apenas uma temporada, em 2013. Pam Dawber, que durante os anos 70 tinha contracenado com ele na sitcom ‘Mork & Mindy’ e fez uma participação especial num dos episódios, diz no livro ter ficado chocada ao reencontrar o amigo.

“Eu voltava para casa e dizia para meu marido: ‘Há algo errado. Ele está apático. Ele perdeu o brilho. Eu não sei o que é'”, Pam relata no livro.

Williams foi encontrado morto por asfixia no dia 11 de agosto de 2014, aos 63 anos.