Roberto Justus e Ana Paula investem mais de R$ 200 mil por vacina nos EUA

·4 minuto de leitura
Roberto Justus e Ana Paula Seibert investiram R$ 200 mil para se vacinarem nos Estados Unidos (reprodução / Instagram @robertoljustus)
Roberto Justus e Ana Paula Seibert investiram R$ 200 mil para se vacinarem nos Estados Unidos (reprodução / Instagram @robertoljustus)

Roberto Justus e Ana Paula Seibert aderiram ao disputado turismo da vacina. Nas últimas semanas eles passaram 14 dias no México para poder entrar nos Estados Unidos e se imunizarem contra o covid-19. O investimento foi cerca de R$ 200 mil. A prática está em alta entre os ricos do Brasil há cerca de um mês.

O país já vacina todos com mais de 16 anos, mas brasileiros ou pessoas que passaram pelo Brasil não podem entrar direto nos Estados Unidos e precisam fazer uma 'quarentena' em outro território. 

No caso de Ana Paula e Roberto Justus, o casal passou 14 dias em um resort de luxo na Riviera Maya, no México. Eles escolheram o Banyan Tree Mexico – Mayakoba e se hospedaram em uma suíte de frente para o mar com piscina exclusiva. Com diárias de quase US$ 2 mil, eles pagaram cerca de US$ 27,500 mil ou R$ 144.091 na conversão do Banco Central.

Para o antropólogo Michel Alcoforado, a ida ao exterior por pessoas que têm mais dinheiro é a nova compra da bolsa de marca Louis Vuitton.“É um reflexo claro de uma sociedade marcada por uma distinção desigual de privilégios”, afirma.

O especialista ressalta que, embora as pessoas estejam viajando para receber a imunização, essa “brecha” estabelece ainda mais uma nova elite. “Agora, nem os ricos tradicionais podem ir”.

Embora seja algo que perpetua ainda mais a desigualdade e aumenta a falta de esperança em alguns brasileiros por aqui, Michel ressalta que não há nada de novo nisso.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Leia também

Para chegar ao México, voos saindo de Guarulhos na classe executiva não saem por menos de R$ 22.254 para dois adultos e uma criança. Do México para Miami (EUA) as passagens custam cerca de R$ 5.600. Eles viajaram para o segundo país sem a filha, Vicky, porque ela não tinha visto americano. A pequena voltou para o Brasil com a irmã de Ana Paula. 

Na cidade eles ficaram hospedados no luxuoso edifício One Thousand Museum. O condomínio conta com vista para a Baía de Biscayne, spa de luxo, piscina aquecida e externa, academia de alto padrão, sauna a vapor e seca, salão de beleza, terraço, área de eventos na cobertura e heliporto.

O edifício também conta com serviço de manobrista e staff 24 horas por dia para os residentes dos mais de em mais de 60 andares. Diárias nos prédios de alto padrão ao redor não saem por menos de U$ 4 mil, ou cerca de R$ 21 mil.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Durante os dias que o casal passou nos Estados Unidos eles se vacinaram com o imunizante da Jansen. “Justus decidiu se vacinar —junto com a mulher, a filha, o genro e a babá das crianças. O publicitário tomou a Janssen”, contou Mônica Bergamo na ‘Folha’.

Yahoo! Vida e Estilo procurou a assessoria de imprensa de Ana Paula Seibert, Duda, a irmã da influenciadora, no dia 29 de abril para saber se eles pretendiam se imunizar na viagem. “Não! Apenas lazer!”, respondeu a assessora com ênfase. Dias depois a resposta.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Nós insistimos e ela pediu que perguntas fossem enviadas por e-mail para que o casal respondesse. Cerca de seis perguntas foram encaminhadas no mesmo dia e, cobrada das respostas, a assessoria não entrou mais em contato.

A imunização

Roberto Justus, que no início da pandemia foi contra o isolamento social e as medidas sociais para que os brasileiros pudessem sem proteger do contágio em casa, chegou a dizer: “Nós não podemos parar por 5 ou 7 mil pessoas que vão morrer. Não pode simplesmente o infectologista decidir se tem que todo mundo parar independente das consequências”, disse em 2020. O Brasil já acumula mais de 425 mil mortos pela covid-19.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

À colunista, o empresario afirmou: “Os brasileiros que puderem tomar, tomem. Porque é mais vacina sobrando para o povo aqui [Brasil]. Quanto mais vacina os brasileiros tomarem nos EUA, melhor para o nosso país.” Vale ressaltar que não “sobram” vacinas quando alguém se vacina fora do país, em tese a pessoa está apenas ‘furando a fila’. No caso de Ana Paula Saibert e da filha do empresário. Justus já poderia se vacinar em São Paulo por ter 63 anos.

O Sistema Único de Saúde, o SUS, garante atendimento e saúde a todos os brasileiros e estrangeiros em território nacional. 

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Mesmo pessoas que pagam saúde suplementar, os planos de saúde, são atendidas no SUS em caso de colapso como vimos há alguns meses por conta da alta de casos de covid-19. Ou socorridas e prontamente atendidas pelo governo em casos de acidente antes de serem transferidos para uma unidade particular de assistência.

O retorno 

Imunizados e após três semanas de descanso, o casal voltou ao Brasil e pousou em Santa Catarina, onde participaram do casamento de Inês Boeing, mãe da influenciadora. Voos de Miami para Florianópolis saem por R$ 22.606. Eles teriam gasto ao menos R$ 50.500 de passagens.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

No fim das contas, Roberto Justus e Ana Paula Siebert pagaram cerca de R$ 100 mil cada um para estarem imunizados contra o coronavírus sem depender do governo de Jair Bolsonaro (Sem Partido).