Roberto Carlos usa camisa rosa e fala de porte de armas antes de show em cruzeiro

Redação Vida e Estilo
Foto: Reprodução/Folhapress
Foto: Reprodução/Folhapress

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) – Roberto Carlos, 77, que surpreendeu ao aparecer na coletiva de imprensa de seu cruzeiro Emoções em Alto Mar usando uma camisa rosa, na tarde deste domingo (17), não fugiu nem das perguntas mais espinhosas dos jornalistas.

Receba no seu Whatsapp as novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais)

Questionado sobre a sua opinião sobre a flexibilização do porte de armas, ele disse que provavelmente decepcionaria algumas pessoas.

“Vivemos uma guerra com um lado armado e outro desarmado que é o nosso. Mas para se ter uma arma é preciso critérios muito rígidos.”

Leia mais: Paola Carosella rebate comentário machista nas redes

Ele contou que seu pai tinha uma arma em casa e essa era a forma dele de proteger a família. O objeto ficava trancado em uma gaveta.O cantor também fez um balanço do projeto Emoções em Alto Mar, que está em sua décima quinta edição.

“Esses quinze anos foram maravilhosos. Esse projeto realmente me dá muito prazer em fazer. Só tenho a agradecer ao público que me prestigia e que me acompanha. Trinta por cento das pessoas que estão aqui já vieram outras vezes. São muito fieis.”

Leia mais: 9 vezes que Fátima e Túlio arrasaram no carnaval

O rei também comentou sobre o look usado no evento, que aconteceu no Rio.

“Estou tentando fugir um pouco do azul porque já estava enjoando, e estou vestindo rosa porque me garanto muito como homem.”

Muito assediado pelo público feminino, o cantor garantiu que “seu coração está aberto”.

Veja a seguir: Marcos Pasquim fala sobre o diagnóstico de agorafobia