Roberto Carlos traz Ivete e Sandy a especial de Natal em que canta 'Outra Vez' na TV

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·3 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Roberto Carlos
    Futebolista brasileiro
  • Fafá de Belém
    Cantora e compositora brasileira
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, BRASIL, 05-02-2015: O cantor Roberto Carlos durante entrevista coletiva, no iate que fará show, durante a noite, no Búzios (RJ). (Foto: Ricardo Borges/Folhapress) ORG XMIT: AGEN1502061101217387
***ARQUIVO***RIO DE JANEIRO, RJ, BRASIL, 05-02-2015: O cantor Roberto Carlos durante entrevista coletiva, no iate que fará show, durante a noite, no Búzios (RJ). (Foto: Ricardo Borges/Folhapress) ORG XMIT: AGEN1502061101217387

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Depois de um ano em que não houve especial inédito de Roberto Carlos, os fãs do rei da MPB poderão retomar o velho hábito que vem desde 1974. Desde aquele ano, não houve programa apenas no ano passado —devido à Covid-19— e em 1999 por causa da doença de sua mulher, Maria Rita.

Haverá novidades no especial desta quarta-feira, depois da novela das nove da Globo? Sim, mas parece que só uma –a falta de público, condição necessária nessa pandemia. Nome do programa? "Reencontro." Convidados? Dez. Músicas apresentadas? Lista não divulgada.

Entre as canções, talvez a mais esperada seja "Outra Vez", um dos maiores clássicos de sua carreira, escrita pela compositora Isolda Bourdot e gravada para o excelente álbum de 1977.

No dia 10 deste mês, o rei lançou uma nova versão dessa música nas plataformas de streaming, com algumas mudanças na forma de cantar. A canção está na trilha da novela das nove, "Um Lugar ao Sol", ao lado de "A Cor do Amor", em que faz um dueto com Liah Soares. A dupla também gravou essa para o especial desta quarta.

Curiosamente, "Outra Vez" também é o nome do novo livro de Paulo Cesar de Araújo, lançado no dia 15 deste mês. Araújo é o mesmo que escreveu "Roberto Carlos em Detalhes", de 2006, que acabou censurado por Roberto Carlos, foi recolhido das lojas e ocasionou o processo que liberou as biografias sem necessidade de autorização no país.

Desta vez, a biografia —que ainda terá um segundo volume— não é cronológica. Usa 50 canções para esquadrinhar a vida do cantor. Ao saber da regravação de "Outra Vez" pelo artista, Araújo gracejou. "Agora o Roberto está fazendo propaganda não autorizada do meu livro", disse.

Boninho, um dos diretores do programa, declarou recentemente que "ele cantou ‘Outra Vez’ e o estúdio inteiro chorou". "É um show diferente de tudo o que ele fez", prometeu.

Mas diferente como? Segundo o diretor artístico LP Simonetti, "o especial será de celebração e emoção com os reencontros". "Todos estavam na mesma sintonia, emocionados de estarem juntos. Eu sempre me impressiono com o impacto que o Roberto causa, não apenas com seu público, mas com os artistas quando eles sobem no palco. Nesse sentido, o reencontro é muito atual."

E, sem público, Simonetti rebate a ideia de que o programa deste ano possa se parecer com uma live, tão comum durante a pandemia. "É tudo diferente de uma live. Temos um grande cenário, iluminação, figurino, artes gráficas produzidas para um grande espetáculo e para encantar o público de casa com uma superprodução. Sem contar com a presença de grandes nomes da música brasileira no palco para este reencontro", afirmou.

Outros convidados são a banda Jota Quest, seus amigos Erasmo Carlos e Wanderléia, Fafá de Belém, a dupla Zezé Di Camargo & Luciano, Zeca Pagodinho, Ivete Sangalo e o casal Sandy e Lucas Lima.

Em entrevista, o baterista Dedé Marquez lembrou algumas das canções gravadas. "Detalhes", "Além do Horizonte", "Desabafo", "As Canções que Você Fez pra Mim" e a sua preferida, "Como É Grande o Meu Amor por Você".

O baterista fez parte do RC3, quando a banda de Roberto Carlos, no início dos anos 1960, tinha apenas três integrantes. E foi integrante do RC4, RC5, RC7 e RC9, que "ficou com o número nove no nome mesmo após a entrada de mais músicos". "Hoje somos 14, além do maestro Eduardo Lages e de três backing vocals."

Mas, mesmo antes da banda, Marquez já acompanhava Roberto, quando ele ainda tocava sozinho. "Eu o conheci quando ele namorava a irmã da minha namorada, em 1962. Quando meu pai dormia, eu pegava escondido o carro dele, um Packard 1940, velhinho, e levava o Roberto para cantar em circos ou nas rádios do Rio para pedir aos disc-jockeys que tocassem uma canção dele. Isso já faz 60 anos. Foi uma sorte", finaliza o baterista.

REENCONTRO - ESPECIAL DE FIM DE ANO DE ROBERTO CARLOS

Quando Nesta quarta (22), após a novela das nove "Um Lugar ao Sol"

Onde Na Globo

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos