Roberto Carlos pede um minuto de aplausos a Gal e Rolando Boldrin em show

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O Rei Roberto Carlos prestou uma homenagem a Gal Costa e Rolando Boldrin que morreram nesta quarta-feira (9). Em apresentação em São Paulo, Roberto pediu um minuto de aplausos para ambos. "Essas pessoas são lindas e enfeitavam nossas vidas. Quero pedir um minuto de aplauso para eles", disse.

Em determinado momento, depois de cantar a música "Sua Estupidez", o cantor afirmou que a canção havia feito mais sucesso na interpretação de Gal. "O sucesso foi dela. Hoje é um dia triste, pois ela nos deixou e não posso deixar de dizer o quanto ela deixou de alegria, romantismo e sentimento em tudo o que fez."

Pelas redes sociais, o Rei já havia prestado uma homenagem à amiga. O cantor não escondeu ter ficado arrasado com a notícia que recebeu de sua equipe. "Sinto demais pela Gal. Uma tristeza muito grande. Gal maravilhosa sempre!", escreveu.

Católico fervoroso, o cantor e compositor fez questão de amenizar o sofrimento dos amigos, família e fãs com uma mensagem religiosa: "Nosso Deus de bondade a proteja e a abençoe. Amém", publicou na legenda de uma foto em que os dois aparecem juntos.

Gal Costa morreu aos 77 anos, em São Paulo, e a informação foi logo confirmada pela assessoria da cantora. Ela tinha dado uma pausa na agenda de shows, após passar por uma cirurgia para retirar um nódulo na fossa nasal direita.