Roberta Miranda aponta que trabalho de DJ é 'apertar o botão' e Alok responde: 'Tem muito preconceito'

Roberta Miranda e Alok entram em embate nas redes (Foto: Reprodução / Instagram)

Roberta Miranda e Alok entraram num embate pelas redes sociais após um questionamento da cantora. Ela usou o Twitter na segunda-feira (18) para perguntar ‘qual era o trabalho de um DJ’.  Usando vídeos da participação de Alok no ‘Domingão do Faustão’, da TV Globo, a artista questionou: “Alguém poderia me responder qual o trabalho do DJ?. Um seguidor respondeu: ‘Fazer música?’, e ela insistiu: ‘A música já está feita.’

Receba no seu Whatsapp as novidades sobre o mundo dos famosos (e muito mais)

Bastou essa conversa da artista com seus seguidores para que Alok também se manifestasse e explicasse a dúvida de Roberta. Ele postou um vídeo no Instagram, garantindo não estar chateado, mas falando sobre preconceito e respondendo os questionamentos sobre seu trabalho.

“Eu acredito que ela não falou isso com o intuito de me ofender, até porque ela aparenta ser uma pessoa muito bem-humorada. Mas eu acho importante levantar esse ponto, porque tem muito preconceito em relação ao trabalho do DJ. Meus pais são DJs há mais de vinte anos. Eu sei o quanto fui motivo de piadas nas escolas quando dizia que meus pais eram DJs, porque ninguém entendia, por isso eu não culpo ela. Talvez, não faça parte da realidade dela”, disse ele, que completou fazendo um convite para a cantora: “Gostaria muito de dividir o palco com ela, pra ela entender mais meu trabalho.”

Leia Mais: Lexa rebate seguidor após detenção de MC Guimê: ‘Não uso droga, me respeita’

A discussão encerrou quando Roberta Miranda fez mais uma postagem explicando para Alok que não tinha dito exatamente o que chegou até ele: “Eu jamais disse isto que o DJ era só apertar um botão. Quem falou foram algumas pessoas. Você também não ouviu porque eu não disse. O que passa é uma única pergunta: ‘Alguém pode me dizer qual o trabalho do DJ?’ Em momento algum o meu intuito foi ferir você, que me parece ser um cara no bem.”