Riz Ahmed chama filmes vencedores do Oscar de "francamente racistas"

·2 minuto de leitura
Riz Ahmed arrives at the Oscars on Sunday, April 25, 2021, at Union Station in Los Angeles. (AP Photo/Chris Pizzello, Pool)
Riz Ahmed arrives at the Oscars on Sunday, April 25, 2021, at Union Station in Los Angeles. (AP Photo/Chris Pizzello, Pool)

Resumo da notícia:

  • Riz Ahmed, astro de "O Som do Silêncio", publicou em seu canal no Youtube um longo desabafo sobre a representação dos muçulmanos em Hollywood

  • Segundo ele, filmes ganhadores do Oscar como "Guerra ao Terror" (2008) e "Argo" (2012) são "francamente racistas"

  • Sobre a sua indicação ao Oscar, ele afirma ter se sentido triste por ter sido o primeiro homem muçulmano a receber a honraria

Riz Ahmed, astro de "O Som do Silêncio", publicou em seu canal no Youtube um longo desabafo sobre a representação dos muçulmanos em Hollywood. Segundo eles, filmes vencedores do Oscar, como "Guerra ao Terror" (2008) e "Argo" (2012), são "francamente racistas".

De acordo com o ator de 38 anos, estes dois filmes especificamente tratam os muçulmanos como "agressores ou vítimas de violência, indignos de empatia ou incapazes de praticá-la". Ele também criticou a série "The Boys", da Amazon Prime Video. "É uma série que eu amei e maratonei. Mas eu não posso dizer que não fique devastado quando um muçulmano apareceu, a primeira e única vez na série, para sequestrar um avião", lamentou.

Leia também:

Para lutar contra o racismo em Hollywood, o ator lançou a iniciativa "Blueprint for Muslim Inclusion", que visa financiar o trabalho de artistas muçulmanos em início de carreira. "A representação dos muçulmanos nas telas alimenta as políticas públicas que são decretadas, as pessoas assassinadas e os países invadidos", diz ele no site do programa.

Ainda no vídeo, Ahmed revelou nutrir um sentimento agridoce sobre a sua indicação ao Oscar de Melhor Ator neste ano por "O Som do SIlêncio". Ele foi o primeiro ator muçulmano a receber a nomeação na história da premiação. "Recebi com uma gratidão pessoal... Também senti uma tristeza imensa. Somos 1.6 bilhões, um quarto da população mundial, como nunca estivemos nesta posição antes?", refletiu.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Riz Ahmed fala com base em números concretos. Uma pesquisa da Iniciativa de Inclusão da USC Annenberg analisou quase 200 filmes dos EUA, Reino Unido e Austrália e mostrou que menos de 2% dos papéis de destaque pertencem a muçulmanos. Entre os personagens listados, 39% deles foram retratados como pessoas violentas e quase 88% não falavam inglês com fluência.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos