Ritual feito por Dado e Wanessa tira medo de amar e melhora vida sexual, diz mestra tântrica

Dado Dolabella e Wanessa Camargo (Foto: reprodução/Instagram/@aya.musica.medicina)
Dado Dolabella e Wanessa Camargo (Foto: reprodução/Instagram/@aya.musica.medicina)

Se ainda restava alguma dúvida de que Dado Dolabella e Wanessa Camargo estão juntos novamente, um vídeo que mostra os dois participando de uma meditação coletiva veio para comprovar que, sim, o ator e a cantora deram uma segunda chance ao midiático relacionamento que viveram entre 2000 e 2004.

Na semana passada, o casal viajou até a Chapada dos Veadeiros, em Goiás, e participou da primeira edição presencial (e segunda de modo geral) do Festival Aya Música Medicina, que tem como objetivo unir arte, espiritualidade e sustentabilidade em um espaço de integração que proporciona experiências motivacionais, inspiradoras e, acima de tudo, transformadoras.

Carol Teixeira, filósofa e mestra tântrica que conduziu o ritual que acontecia no momento em que Dado e Wanessa foram filmados, conversou com o Yahoo! e deu detalhes sobre o que vemos nas imagens. "Como geralmente faço, pedi para que as pessoas caminhassem pelo salão, encontrassem uma dupla e apenas olhassem profundamente os olhos do outro, uma prática muito sutil e ao mesmo tempo potente para trazer a vulnerabilidade e promover uma conexão verdadeira", explica.

"Depois, com uma respiração específica e uma mentalização que induzo com minha fala, os presentes no local foram soltando as emoções. Essa, aliás, é uma meditação bem catártica, envolve muitas emoções, muito choro, e a sensação final é de leveza e amor incondicional", completa ela.

O tantra, conjunto de práticas focadas em aprofundar a conexão interior e com os outros, traz diversos benefícios. "É algo que trabalha traumas, medo de amar ou da rejeição, e expectativas e receios relacionados ao que o(a) parceiro(a) pensa", defende Carol. "Estar tão vulnerável, presente e aberto à troca muda completamente a vida sexual e a convivência como um todo, já que essa energia ainda acalma e nos dá a percepção de que as diferenças e desavenças são pequenas perto das semelhanças, dessa conexão", emenda.

"Celebridades têm direito a momentos como esse"

Um dos organizadores do Aya, o ambientalista e terapeuta integrativo Thomaz Enlazador conversou com Dado e Wanessa e assegurou que eles teriam uma experiência como qualquer pessoa, mesmo sendo nacionalmente conhecidos. "Falei a todos [os participantes] sobre a importância disso. Celebridades são humanos e precisam, têm direito a viver a momentos como esses, livres de tietagem ou pressão", declarou ele ao Yahoo, destacando que os famosos podem somar muito na proposta do festival por terem uma grande visibilidade e servirem de referência para muita gente.

Carol, que também lidera retiros, é acostumada a receber artistas, toma cuidados específicos para que todos tirem o melhor proveito da viagem. "Não fotografo ou filmo sem autorização. E nunca vi momentos de assédio, por exemplo. Todo mundo se trata de igual para igual, independentemente de qualquer coisa. Nesse estado, de tamanha vulnerabilidade e emoções afloradas, não importa quem você é ou o que você faz. Acredito, inclusive, que deve ser algo muito libertador para eles, acostumados a outro tipo de interação", explica.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos