Rita Cadillac diz que pediu auxílio emergencial de R$ 600 e que ajudou a pagar contas

Rita Cadillac pediu o auxílio emergencial do Governo Federal (reprodução / instagram @ritacadillac)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Não são só anônimos que têm recorrido ao auxílio emergencial de R$ 600 pago pelo governo durante a pandemia do novo coronavírus. A atriz e dançarina Rita Cadillac, 65, também recorreu ao benefício e afirma que o dinheiro ajudou a pagar as contas de sua casa.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

Rita falou sobre o assunto em um vídeo encaminhado ao quadro A Hora da Venenosa, no Balanço Geral (Record), e revelou que já perdeu alguns amigos devido à Covid-19 e que um de seus sobrinhos está internado por causa da doença.

Leia também

"Pedi o auxílio sim. Como cidadã, pedi sim e, graças a Deus, veio em muito boa hora, porque ajudou a pagar a luz, a pagar telefone, a pagar tudo", afirmou a ex-chacrete. "Eu, como cidadã, achei que tinha esse direito, e foi aceito. Estou sem trabalhar desde março, então só sai dinheiro, não entra."

No fim do ano passado, Rita Cadillac se envolveu em uma polêmica com o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL), após ele citá-la durante uma discussão com o também deputado federal Alexandre Frota (PSDB), recordando os filmes pornô feitos por ele.

"Então senhor excelentíssimo Eduardo Bolsonaro, o senhor citou meu nome na CPI da fake news e eu me senti muito humilhada. O senhor me citou dizendo que eu gosto de filmes e eu não gosto e nem gostei de fazer filme nenhum desse cunho que o senhor falou."

"Eu fiz sim e não me envergonho, porque eu fiz por dinheiro, porque eu tinha filho", continuou. "Só estou aqui falando porque eu acho que se eu ficar quieta, vai falar que eu não estou nem aí e eu estou sim, eu gosto de respeito, eu sou uma mulher e é só isso que eu quero. Respeito com Rita Cadilac."