Rinoplastia: 6 mitos e verdades sobre a cirurgia

Youth and beauty treatment. Cosmetologist examining facial wrinkles on young woman face
Se você quer se submeter a popular plástica no nariz, confira o que falam dois cirurgiões plásticos (Foto: Reprodução/ Getty Creative)

A rinoplastia – a popular plástica no nariz – tem figurado entre as cirurgias plásticas mais buscadas no Brasil. Talvez por terem mais tempo em casa – e na frente do espelho –, as pessoas têm buscado mais informações sobre o procedimento. Em 2020, a busca chegou a aumentar 4.800% no Google.

Apesar de popular, alguns mitos ainda cercam a realização da cirurgia. Veja a seguir seis deles respondidos pelos cirurgiões plásticos Paolo Rubez, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, da Sociedade Americana de Cirurgia Plástica (ASPS) e da International Society of Aesthetic Plastic Surgery (ISAPS), e pelo cirurgião plástico Mário Farinazzo, chefe do Setor de Rinologia da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP).

Leia também

1 - Para fazer a rinoplastia, é preciso quebrar o nariz?

NEM SEMPRE

Para afinar o nariz é necessário fazer uma fratura, na maior parte dos casos. Mas essa fratura é totalmente controlada e realizada com instrumentos ou aparelhos, o que a torna menos traumática. Feita da maneira correta, o inchaço é pequeno e o paciente nem percebe que ela foi realizada.

2. O resultado da rinoplastia é sempre artificial

MITO

As técnicas de rinoplastia evoluíram muito nos últimos anos e hoje é possível ter um controle muito maior do resultado, tanto na parte estética quanto na funcional. Portanto, se a cirurgia for feita por um cirurgião especialista em rinoplastia, as chances de o nariz ficar muito artificial são mínimas.

3 - O pós-operatório da rinoplastia é muito doloroso

MITO

O pós-operatório da rinoplastia não é doloroso. A sensação é de uma leve pressão na face e alguma dificuldade para respirar. Muitos pacientes nem chegam a tomar analgésicos.

4 - O resultado da rinoplastia aparece logo após o procedimento

VERDADE

Algumas alterações podem ser vistas imediatamente, sim. Porém o resultado final vai aparecer depois que todo o inchaço do nariz sair, o que em geral leva em torno de um ano. A parte que mais costuma inchar e que leva mais tempo também para desinchar é a ponta nasal. Alguns fatores como a espessura da pele também influenciam no tempo de recuperação.

5 - Ao se submeter a uma rinoplastia, você pode ter o nariz que quiser

MITO

É impossível comparar o nariz de uma pessoa com o de outra, pois existem vários fatores que determinam o aspecto de um nariz. O primeiro deles é o próprio fato de que cada pessoa tem uma característica genética diferente da de outra. E, portanto, a cirurgia, por mais que consiga alterar e muito o aspecto do nariz, não vai conseguir reproduzir em uma pessoa o nariz de outra. O resultado é dependente, além da técnica cirúrgica, do tipo de pele, de cartilagem, osso, cicatrização e pós-operatório de cada indivíduo.

6 - Não há contraindicação para fazer a rinoplastia

MITO

Distúrbios de coagulação (quando o paciente sangra mais do que o normal) ou uso de preenchedores definitivos como o PMMA (o polimetilmetacrilato é uma substância plástica na forma de microesferas que normalmente é usada em preenchimentos faciais) podem ser contraindicações, mas isso deve ser avaliado caso a caso. O Transtorno Dismórfico Corporal (transtorno comportamental) nas suas formas mais graves também é uma contraindicação já que o paciente não ficará satisfeito mesmo que o resultado seja considerado excelente.