Rihanna adere a tendência de legging que deixa o bumbum à mostra: "Ousada, sexy, impetuosa".

·3 minuto de leitura
Nova tendência deixa  parte do bumbum à mostra. Savage X Fenty/Subsurface
Nova tendência deixa parte do bumbum à mostra. Savage X Fenty/Subsurface

As calças que deixam o cofrinho à mostra da Savage X Fenty, grife milionária da cantora Rihanna, não são novidade no catálogo de lingerie das celebridades. No entanto, depois de viralizar na semana passada, o visual dividiu as pessoas entre as que estão prontas para "ousar com o decote no bumbum" e as que não estão, mas muitas estão ansiosas para mostrar um pouco mais de pele neste verão.

O item polêmico faz parte de uma lista longa de estilos ousados que estão em alta no verão norte-americano, entre calças de cintura baixa, minissaias, tops cropped minúsculos e até calcinhas à mostra. Amanda Sanders, consultora de moda que mora em Nova York, diz que essas tendências são bem-vindas depois de mais de um ano em quarentena.

Leia também:

"Acho que é uma questão de liberdade", disse ela ao Yahoo Vida e Estilo, referindo-se ao retorno à normalidade após a pandemia de coronavírus. "As pessoas estavam presas à monotonia do que tinham no guarda-roupa e agora podem comprar coisas divertidas e ousadas. É como sair do casulo".

Os conjuntos de moletom e as roupas esportivas foram basicamente o uniforme da quarentena. Sanders diz que as tendências mais populares de hoje são "o oposto disso", pois incentivam as pessoas a mostrar um pouco mais de pele. Mélanie Mollard, editora da agência e tendências de moda Heuritech, tem uma opinião semelhante.

"Esse ressurgimento das roupas sexies está relacionado ao fato de que os looks para 'sair' estão super em alta agora, já que as pessoas estão ansiosas para se arrumar depois de ficarem presas por meses", diz ela. "Essa tendência de mostrar a pele também está relacionada à recente popularidade do estilo da década de 2000, principalmente entre a Geração Z. Alguns dos elementos simbólicos desse estilo são as calças ou saias de cintura baixa, lingerie à mostra, minissaias e top cropped".

Halle Berry (Photo by Steve Granitz Archive 1/WireImage)
Halle Berry nos estúdios Sony em Los Angeles. Foto: Steve Granitz/WireImage

O top cropped minúsculo, a cintura baixa e a calcinha à mostra eram tendências usadas apenas por supermodelos em passarelas ou celebridades em aparições nos tapetes vermelhos (Christina Aguilera e Halle Berry abusaram desses looks nos ano 2000), mas as redes sociais parecem ter democratizado a tendência com o retorno em 2021.

Olivia Ponton, estrela do TikTok, e influenciadores de moda do Instagram estão usando as tendências em looks do dia a dia.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A estilista Lindsay Albanese se refere ao fenômeno como "moda para chamar atenção", explicando que "as pessoas estão apenas querendo curtidas ou se tornar virais" por usar alguns desses looks marcantes. "Acho que a pose, a iluminação e a estética corretas podem render uma foto sexy, impetuosa e cheia de nuances", diz ela. "Mas a realidade é que na vida real fica muito difícil segurar o look com parte do bumbum aparecendo".

Ainda assim, marcas luxuosas e de fast fashion estão lucrando com essa tendência, oferecendo várias interpretações dos estilos que deixam o corpo à mostra. A maioria inclusive está usando as redes sociais para democratizar o uso dessas tendências no dia a dia.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"As tendências podem não ser para todos", observa Sanders. Mas para quem está nessa pegada, a empolgação de colocar uma roupa minúscula é inegável. "Ninguém estava conseguindo se expressar e expor o sentimentos, e agora que essa oportunidade voltou, as pessoas estão buscando tendências mais ousadas".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos