Rihanna, Bella e Gigi Hadid falam sobre conflito entre Palestina e Israel

·2 minuto de leitura
(Foto Reprodução: Instagram @bellahadid e @badgalriri)
Rihanna e as modelos irmãs Gigi e Bella Hadid (Foto Reprodução: Instagram @bellahadid e @badgalriri)

Nas últimas semanas, o mundo começou a acompanhar os conflitos que estão acontecendo no Oriente Médio entre Israel e Palestina. Até esta quinta-feira (13), foram contabilizados 70 óbitos após uma série de bombardeios israelenses na Faixa de Gaza.

As modelos Gigi e Bella Hadid, que possuem descendência Palestina, estão usando suas redes sociais para chamarem atenção sobre o assunto. Bella, em uma de suas diversas publicações sobre o assunto, falou: “Não há lugar para isso! Ainda mais em 2021. Sempre foi #FreePalestine. Sempre. Eu tenho muito o que dizer sobre isso, mas por agora, por favor, leia e se eduque. Isso não é sobre religião. Isso não é sobre o ódio um do outro”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Leia também:

Já Gigi utilizou mais os stories do Instagram para conscientizar os seguidores sobre o conflito entre os países. E na quarta-feira (12) a modelo postou em seu Instagram: “Não dá somente para se defender questões como igualdade racial, direitos dos LGBT e da mulher, condenar corruptos e regimes abusivos e outras injustiças e escolher ignorar a opressão sofrida pela Palestina. Não é uma escolha”, inicia.

Ainda no mesmo post ela complementa: “Você não pode escolher qual direitos humanos é mais importante”

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

A cantora Rihanna, com um viés mais apartidário, chamou atenção para as vidas que estão sendo perdidas. “Meu coração está quebrado, com a violência que estou assistindo entre Israel e Palestina! Não posso me calar diante disso! Israelitas inocentes e crianças palestinas se escondendo em abrigos para não serem atingidas pelas bombas”

Rihanna termina post dizendo: “o ciclo perpetuado pelo governo e extremistas precisa ser quebrado”.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Após compartilhar sua visão, a cantora foi criticada por muitos seguidores por permanecer com um discurso neutro.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos