Ricky Tavares critica governo por condução na pandemia, mas prefere não declarar voto nas eleições

O ator Ricky Tavares tem ganhado o carinho do público com seu personagem em “Além da Ilusão”. Inácio é um jovem carismático e atrapalhado, representando um super desafio na carreira do ex-Record. Tavares deixou a emissora após 13 anos, onde focava em tramas bíblicas. Agora, se jogou na comédia.

Ao Yahoo, o artista refletiu sobre sua carreira e novos projetos, como a série “Maldivas”, e também tocou no assunto política.

Mais reservado, Ricky está ciente da importância e do impacto das eleições deste ano. Ainda assim, ele nāo deve declarar voto, pois considera que seu trabalho “nāo é muito pautado na política”: “Sei que a gente tem uma responsabilidade muito grande como artista também de influenciar um país, mas eu acho que é uma questão de vontade. Se a pessoa quer se posicionar, ela tem todo o direito de se posicionar”, reforça.

Para o ator, a atuação do governo durante a pandemia não foi positiva e considera que estamos vivendo “um momento político muito ruim no nosso país”. “O que eu posso falar em relação a isso é que o nosso governo atual é um governo que não está sendo muito legal. Muita coisa teria que mudar. Isso não é questão de que eu vou votar no A ou B, ou que eu penso disso ou aquilo. O que eu concordo é que por eu ser uma pessoa pública, eu posso ou não me posicionar. Eu não tenho esse interesse por enquanto”, conclui.

Sem mágoas da Record

Ao contrário de outros ex-colaboradores da Record, como o apresentador Marcos Mion, que comemorou como nunca seu retorno à Globo, Ricky é só gratidão com a emissora.

O ator explicou que sua saída tem a ver com uma fase de “querer conhecer coisas novas, fazer coisas novas, ter a oportunidade de trabalhar com pessoas novas”.

Tavares passou mais de 10 anos na Record, onde protagonizou vários trabalhos bíblicos. Mas, sua estreia foi na nostálgica “Os Mutantes”, de quem também lembra com carinho. “A minha parceria com a Record sempre foi das melhores possíveis. Eu não saí da emissora por nenhum problema nem nada, muito pelo contrário, saí de portas abertas”.

Da Bíblia à comédia

Seu último trabalho na Globo havia sido “Malhação”. Em “Além da Ilusão”, ele integra o núcleo cômico da novela, o que tem sido um desafio instigante. Ricky aproveita para enaltecer outros colegas de cena, como Paulo Betti e Alexandra Richter.

Ricky Tavares acaba de participar da série “Maldivas”, seu primeiro trabalho para um streaming, que também celebra com alegria. “A gente costuma dizer que ‘Maldivas’ é uma dramédia. Drama misturado com comédia(...) Eu sou apaixonado pelo que faço hoje. Amo o que eu faço, não me vejo fazendo outra coisa”, conclui.

Assista à entrevista completa:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos