Richie Sambora, ex-guitarrista de Bon Jovi, diz que abandonou grupo por causa da filha

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Ex-guitarrista da banda Bon Jovi, Richie Sambora, 61, revelou à revista People o motivo pelo qual deixou, em 2013, o grupo. Na ocasião, ele havia alegado que seria por motivos pessoais. Agora, conta que foi para ficar com a filha, Ava, hoje com 23 anos. "Não foi uma decisão popular de forma alguma, obviamente, mas quase não havia escolha sobre isso. Eu tinha muito trabalho consciente para fazer [minha vida pessoal]", começou ele. "Você sabe, eu não sou nenhum anjo. Mas eu percebi que a Ava precisava que eu estivesse por perto naquele momento. A família tinha que vir primeiro, e foi isso que aconteceu", revelou. Na ocasião, o guitarrista disse que não iria mais se apresentar nos próximos shows da turnê "Beause We Can". O anúncio foi feito no site oficial do grupo. Segundo o comunicado, todos os shows restantes da turnê seriam mantidos, mesmo sem Sambora na banda. Sambora já tinha se ausentado naquela turnê e, na ocasião, Jon Bon Jovi explicou que, no início daquela tarde, recebeu uma ligação de Sambora dizendo que não poderia tocar. "Richie não está na prisão nem no hospital, mas a curto prazo não vai mais tocar conosco", explicou o cantor ao público canadense. À People, sete anos depois, Richie, que superou o vício em analgésicos e a dependência do álcool, contou que a vida de um rock star não era fácil. "Meu senhor, quando eu olho para trás e começo a listar as viagens. Foram 18 meses e meio na estrada, 52 países. Era realmente a hora de uma pausa. Fizemos isso 14 vezes ao longo de um período de 31 anos", disse. A própria Ava agradece por conta da decisão do pai. "Ele apareceu em todos os recitais de dança em que me apresentava e em todas as funções da minha escola, não importando a distância que ele tinha que viajar", comentou.