Review | God of War Ragnarok

A espera foi longa, sabemos. God of War Ragnarok era um jogo que muitos esperavam para o lançamento do PlayStation 5, porém teve 2021 como data prevista. Depois, o jogo foi adiado "para assegurar que a Santa Monica Studio possa entregar o incrível game de God of War que todos queremos jogar", até que sua data de lançamento foi confirmada já em 2022. Eis que todos poderão jogar o game a partir do dia 9 de novembro com uma certeza: valeu a pena esperar.

Logo no início do game, antes mesmo de iniciar sua aventura com o jogo, há uma rápida recapitulação disponível no menu principal, o que é bom para refrescar a memória sobre tudo o que aconteceu no jogo anterior, ou caso essa seja sua primeira vez com a saga. Já quando entramos no que está acontecendo em Ragnarok, Kratos e Atreus têm como objetivo sobreviver ao Fimbulwinter - sequência de 3 invernos seguidos -, devido ao que aconteceu a Baldur, filho de Odin e Freya. Além disso, as cenas de abertura revelam um Atreus bem diferente de Kratos, agora mais que nunca. O jovem deus gosta de interagir com os animais, como os lobos que puxam seu trenó, sendo bastante gentil, sem falar que ele aborda situações de forma completamente diferente de seu pai. Enquanto isso, Kratos tenta aconselhá-lo com suas experiências passadas como lição nos mais diversos momentos. O jovem amadureceu muito durante o novo jogo e Ragnarok mostrará esse amadurecimento desde a primeira vez que ele fala (inclusive com a ausência da querida fala ‘garoto’, e...

Review | God of War Ragnarok
Leia Mais

God of War Ragnarok - Review
God of War: Ragnarok ganha comercial bizarro com Ben Stiller, LeBron James e John Travolta
God of War Ragnarök ganha trailer