Resultado de conflito entre Rússia e Ucrânia pode influenciar ataque chinês em Taiwan

Presidente chinês Xi Jinping credit:Bang Showbiz
Presidente chinês Xi Jinping credit:Bang Showbiz

Um especialista militar dos EUA afirmou que a China pode agir contra Taiwan caso as tropas de Vladimir Putin obtenham a vitória contra a Ucrânia.

As tensões entre os dois países asiáticos aumentaram desde a viagem da presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Nancy Pelosi, à ilha na costa da China, quando Pequim ameaçou consequências graves se a visita ocorresse.

De acordo com o G1, um dos motivos das represálias se dá pelo fato de que a China não reconhece Taiwan como um país independente e sim como parte de seu território, além de que se opõe a qualquer tipo de contato entre os representantes do país com autoridades estrangeiras.

As tropas chinesas foram colocadas em alerta máximo e estão realizando exercícios em grande escala.

O Dr. John Callahan disse que o resultado da guerra na Ucrânia determinará a escolha do líder chinês.

Ele, que é ex-porta-voz do Departamento de Estado do Reino Unido disse ao jornal Express: "Se a Rússia obtiver uma vitória convincente na Ucrânia - o que não acontecerá - isso certamente estimulará a China a agir, e o fará".

Ele acrescentou que o presidente chinês gostaria de "fazer história" assim como seu colega russo.