Republicanos defendem fim da monarquia em meio a comemorações de 70 anos de reinado de Elizabeth

·1 min de leitura
Rainha Elizabeth

LONDRES (Reuters) - Republicanos britânicos disseram nesta segunda-feira que querem lançar uma campanha para acabar com a monarquia, no ano em que estão previstas as comemorações para celebrar os 70 anos da rainha Elizabeth no trono.

Elizabeth, de 95 anos, é a monarca mais velha e há mais tempo no poder, e completará sua sétima década como soberana no mês que vem. Nesta segunda-feira o Palácio de Buckingham detalhou os planos para os quatro dias de celebração de seu Jubileu de Platina em junho.

Mas o grupo antimonarquia República utilizou a ocasião para anunciar que irá começar sua campanha "Mais 70 anos não" para pedir o fim da instituição histórica.

"Embora uma minoria declarada queira celebrar o reinado de 70 anos da rainha, precisamos todos olhar para o futuro. A perspectiva de um rei Charles não é feliz, e há uma proposta alternativa boa e democrática", disse Graham Smith, do República.

"É hora de fazermos um debate sério sobre nossa Constituição, para aceitar que Charles não é o melhor que nosso país tem a oferecer, e que nós, enquanto país, somos bem capazes de escolher nosso chefe de Estado", acrescentou.

Pesquisas indicam que a vasta maioria das pessoas no Reino Unido apoia a monarquia, e a rainha em si é imensamente popular. Mas não há muito apoio para seu filho mais velho, Charles, e pesquisas sugerem que há um sentimento republicano crescente entre britânicos mais jovens.

(Reportagem de Michael Holden)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos