Representante brasileiro, 'Bingo' está fora da disputa pelo Oscar

(Imagem: divulgação Warner)

Não será desta vez que o Brasil voltará a ter um concorrente entre os indicados a melhor filme estrangeiro no Oscar. A Academia de Artes e Ciências divulgou na noite desta última quinta-feira os nove pré-selecionados à categoria, e ‘Bingo – O Rei das Manhãs’ ficou de fora da lista.

Pesou contra o filme o fato de não ter passado por nenhum festival de cinema internacional importante, como Cannes, Veneza ou Berlim – enquanto os outros nove não apenas foram exibidos, como a maioria ganhou prêmios por lá.

Nem mesmo o nome do diretor Daniel Rezende, já indicado ao Oscar quando foi o montador de ‘Cidade de Deus’, foi suficiente para convencer os votantes. A última vez que o Brasil esteve entre os finalistas da categoria aconteceu em 1999, com ‘Central do Brasil’.

Os nove filmes que continuam na disputa pelo Oscar de melhor filme estrangeiro são:

‘Uma Mulher Fantástica’, de Sebastián Lelio – Chile
‘Em Pedaços’, de Fatih Akin – Alemanha
‘Corpo e Alma’, de Ildikó Enyedi – Hungria
‘The Square’, de Ruben Östlund – Suécia
‘Loveless’, de Andrey Zvyaginstev – Rússia
‘Foxtrot’, de Samuel Moaz – Israel
‘The Insult’, de Ziad Doueiri – Líbano
‘Félicité’, de Alain Gomis – Senegal
‘The Wound’, de John Trengrove – África do Sul

Os cinco indicados serão conhecidos no dia 23 de janeiro. A cerimônia de premiação ocorre no dia 4 de março.