Repórter meteorologista é atingido por galho e quase levado por furacão Ian ao vivo

Meteorologista Jim Cantore cobrindo o furacão Ian, na Flórida (foto: reprodução/The Weather Channel)
Meteorologista Jim Cantore cobrindo o furacão Ian, na Flórida (foto: reprodução/The Weather Channel)

Resumo da Notícia:

  • Furacão Ian chegou ao solo da Flórida na categoria 4

  • O fenômeno tinha ventos de 98 a 177 km/h durante a chegada ao solo

  • Autoridades declararam que Ian tem grande potencial destrutivo

O furacão Ian tocou o solo da Flórida, nos Estados Unidos, nesta quarta-feira (28). Na categoria 4 - de 6 -, o fenômeno tem total atenção da imprensa local e um repórter meteorologista quase foi levado pelos ventos de 98 km/h com rajadas de até 177km/h.

Jim Cantore, que é um conhecido profissional da meteorologia na TV dos Estados Unidos, foi atingido por um galho e empurrado pelos ventos enquanto fazia uma entrada ao vivo no The Weather Channel. Ele chegou a se segurar em um poste para se sentir um pouco mais seguro.

Conhecido no mercado como “caçador de tempestades”, Jim costuma se arriscar em coberturas de eventos extremos como este ou intensas nevascas. O profissional chegou a se tornar referência de problemas sérios para os espectadores.

A imprensa do país dedicou uma grande atenção à cobertura do furacão após órgãos oficiais declararem que o potencial de destruição do Ian é massivo. Na costa oeste do estado da Flórida, mais de 1 milhão de pessoas estão sem energia elétrica e esperam inundações.