Repórter da Record é punido por engravidar colega de trabalho

Matheus Furlan engravidou uma produtora de família ligada à Universal (Reprodução – Record)

O repórter do “Balanço Geral de São Paulo”, Matheus Furlan foi punido pela direção da Record depois de ter engravidado outra funcionária da emissora. Segundo o “UOL”, a moça em questão é de uma família ligada à cúpula da Igreja Universal do Reino de Deus e por isso foi afastado da escala de apresentadores do “Cidade Alerta” aos sábados.

Matheus Furlan só deve voltar ao “Cidade Alerta” depois que marcar a data de seu casamento com Ludmila Oliveira, que é produtora do “Domingo Show”. Apesar de muito bem visto pela direção da Record, o jornalista perdeu prestígio ao assumir a relação com a produtora 13 anos mais jovem que ele no início do ano. A gravidez de Ludmilla não agradou a Igreja Universal, já que sexo antes do casamento é considerado pecado entre os fiéis.

Leia mais:
Especialistas fazem previsão sobre filho de Meghan Markle e príncipe Harry
Sônia Abrão detona Rodrigo Faro na TV: ‘Falta de profissionalismo’

Alguns colegas de trabalho de Matheus Furlan acreditam que a gravidez de Ludmilla não foi planejada pelo jornalista, que começou a frequentar as reuniões do Templo de Salomão ao lado da namorada apenas depois de perder a apresentação do “Balanço Geral Manhã” para Bruno Peruka, no final de fevereiro. “O Furlan é maluco de namorar ela. Ela é bonita, muito gente boa, uma profissional excelente, mas todo mundo sabe da família dela, da ligação com a igreja. Ninguém nunca teve coragem de se engraçar com ela justamente por isso. A família dela é muito tradicional na igreja. Esse namoro nunca foi bem-visto aqui dentro”, disse um colega de emissora do jornalista ao “Notícias da TV”.