Repórter da Globo esfaqueado celebra recuperação

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) - Gabriel Luiz, repórter da TV Globo esfaqueado em uma suposta tentativa de latrocínio no Distrito Federal, compartilhou um texto celebrando o avanço de sua recuperação.

Internado em um hospital particular após ter sido atendido no Hospital de Base de Brasília, Gabriel seguiu tratamento em UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) até o dia 19 de abril.

"Olha, eu devo ter uma proteção gigante lá de cima por sair dessa vitorioso e sem sequela nenhuma. Não tem outra explicação. Só me cabe agradecer e me agarrar a essa nova chance que Deus me deu, com a expectativa de ter alta nos próximos dias", escreveu em texto divulgado no Instagram.

O repórter agradeceu aos envolvidos em seu resgate e recuperação, mas não confirmou se já recebeu alta do hospital. Ele também destacou as mensagens de carinho recebidas durante o período de tratamento.

"Eu escolho viver muito. Com ainda mais amor, ainda mais energia e paz, cercado de pessoas que me querem bem. É uma vida que se abre, com um universo de possibilidades e de esperança pela frente. Quero devorar meus apetites. Tenho sede de oxigênio", concluiu.

Gabriel foi esfaqueado por dois homens em abril. Vídeos de câmera de segurança mostram o momento em que o profissional foi atingido, quando chegava em casa, na região administrativa do Distrito Federal.

Nas imagens de uma câmera de segurança, ele aparece ensanguentado após o ocorrido. O relatório preliminar da Polícia Civil do Distrito Federal apontou que o jornalista recebeu cerca de dez facadas durante o ataque.

Dois suspeitos do crime, um de 17 e um de 19 anos, foram presos. Os delegados envolvidos na investigação no Distrito Federal concluíram que o jornalista sofreu uma tentativa de latrocínio —que é o roubo seguido de morte.

Nesta semana, o Ministério Público do Distrito Federal denunciou um dos suspeitos de esfaquear Gabriel Luiz. José Felipe Leite Tunholi foi denunciado por tentativa de latrocínio e corrupção de menores.

Ele já está preso, assim como o menor de idade que o acompanhou, segundo o MP.

Repórter investigativo, Gabriel Luiz entrou na TV Globo como estagiário em 2014. Em 2017, ele se tornou repórter do site g1 e há três anos é editor de notícias e repórter dos telejornais locais da emissora.

Ele também tem passagens por veículos como o Correio Braziliense e o portal Metrópoles.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos