Repórter da BBC confunde Bill Cosby com ex-presidente Bill Clinton ao vivo

Em uma entrada ao vivo na BBC News, a repórter Michelle Fleury se confundiu e trocou o nome de Bill Cosby, acusado de assédio e abuso sexual, pelo de Bill Clinton, ex-presidente dos Estados Unidos. A reportagem anunciava a saída do comediante da prisão após ficar dois anos encarcerado.

"Nos últimos dois anos, foi esse o local em que Bill Clinton chamou de casa, mas hoje ele dorme em sua própria cama após uma decisão controversa da Suprema Corte da Pensilvânia", afirmou a repórter.

Leia também:

Rapidamente, a emissora pediu desculpas pela falha, e o âncora Huw Edwards afirmou que se tratou apenas d eum erro. "Para esclarecer a matéria, Michelle se confundiu e disse Bill Clinton em vez de Bill Cosby. Pedimos desculpas, estamos obviamente falando de Cosby".

Relembre o caso

O ator Bill Cosby, 83, deixou a prisão nesta quarta-feira (30) após ter sua condenação anulada pela Suprema Corte da Pensilvânia, nos Estados Unidos. O humorista cumpriu pouco mais de dois anos da pena de três a dez anos de prisão, determinada em 2018, na Filadélfia.

Cosy havia sido condenado por abusar sexualmente, no ano de 2004, de Andrea Constand, ex-funcionária da Universidade de Temple, onde ele estudou. Mais tarde, o humorista se manifestou, pela primeira vez, através de uma mensagem publicada em seu perfil no Twitter.

"Nunca mudei minha postura nem minha história. Sempre mantive minha inocência", escreveu, "obrigado a todos os meus fãs, apoiantes e amigos que me deram suporte durante esta provação. Agradecimentos especiais ao Supremo Tribunal da Pensilvânia por defender o estado de direito."

Em entrevista à imprensa internacional, Andrew Wyatt, porta-voz do ator, afirmou que ele pretende "desfrutar desse sabor de liberdade". O representante ainda revelou que Cosby planeja voltar a se apresentar na estrada. "Ele voltará ao palco, em muitos palcos por todo o país, e contará sua história", disse.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos