Renovação de Fernando Diniz com Fluminense prevê multa em caso de saída para a seleção brasileira

Responsável por um futebol que fez Fluminense ser competitivo nesta temporada, o técnico Fernando Diniz renovou seu contrato com o clube. O novo vínculo tem duração de dois anos. Ou seja: vai até o fim de 2024, conforme anunciado pelo presidente Mário Bittencourt. O vínculo também protege o clube em caso de assédio da seleção brasileira.

Caso Fernando Diniz seja o escolhido pela CBF para substituir Tite, uma multa terá que ser paga ao Fluminense. Isso é básico em termos de legislação trabalhista: todo contrato de prazo determinado possui multa prevista. Isso vale para clubes do Brasil, do exterior e também para seleções. A informação foi confirmada pelo presidente em live no canal 'Sentimento Tricolor'.

Com ou sem o hexa, Tite deixará o comando da Seleção após o Mundial do Catar. O Brasil encara a Suíça na próxima segunda-feira e pode garantir sua classificação às oitavas de final em caso de vitória. Na estreia, bateu a Sérvia por 2 a 0.

Fernando Diniz terminou a temporada valorizado. Com ele, o Fluminense terminou na terceira colocação do Brasileiro e foi semifinalista da Copa do Brasil. Com isso, tornou-se visado no mercado e despertou o interesse de outros clubes. Seu contrato atual com os tricolores terminava no fim deste ano, o que o deixava livre para trocar de clube.

Satisfeita com o trabalho desenvolvido por ele, a diretoria do Fluminense se movimentou rapidamente. As duas partes já haviam deixado alinhado o novo acordo, com duração de dois anos. Faltava, no entanto, confirmar a reeleição de Mário Bittencourt, o que se concretizou neste sábado. O dirigente venceu o pleito e continuará na principal cadeira do durante o triênio 2023-2025.

— Já estava apalavrado. Mais do que apalavrado. Já tinhas colocado os termos em contrato. Mas ele preferiu esperar a eleição. Mas estava combinado que, se vencesse a eleição, ele continuaria trabalhando conosco. Está renovado por mais dois anos — confirmou Bittencourt logo após sua vitória na eleição.

O treinador é aguardado pelo Fluminense na segunda-feira. Ele chega para iniciar o planejamento para 2023.

— Vamos em busca de reforços. Entendemos que precisamos reforçar algumas posições — adiantou o presidente.

Diniz também ganhará um reforço fora de campo. É que o ídolo Fred ganhará um cargo no clube. Mário Bittencourt revelou que o ex-jogador irá se juntar na próxima temporada. Não está definido ainda o cargo que ele irá ocupar. Mas atuará na integração entre diretoria e comissão técnica.

— Conversamos bastante durante esse período. Ele se qualificou. Uma das propostas que tínhamos era termos um profissional para planejar o futebol do clube, que tenha estado dentro vestiário. Um cargo de integração entre diretoria e comissão. Ele disse que está disposto. A tendência é trazer ele para ser esse profissional - antecipou o mandatário.