Renato tem noite para igualar marca continental de Felipão - para o Grêmio, quem é mais importante?

Fabio Utz
·2 minuto de leitura

Uma vitória do Grêmio na noite desta quinta-feira, diante do Guaraní-PAR, coloca Renato Portaluppi ao lado de Luiz Felipe Scolari como os técnicos brasileiros que mais ganharam partidas de Libertadores em todos os tempos. A pergunta que fica é: para o Tricolor, quem foi mais importante à beira do gramado?

Felipão, em sua principal passagem no comando gremista, ganhou praticamente tudo. Do meio de 1993 até final de 1996, levantou taça de Campeonato Gaúcho, Copa do Brasil, Libertadores, Recopa Sul-Americana entre outras menos importantes. Carimbou o clube com uma identidade de peleador. Já Renato, ao retornar para Porto Alegre em 2016, recolocou a instituição em seu devido patamar. Repetiu as conquistas do "colega", exceção feita ao Nacional (até o momento), e fez do seu time, novamente, um dos mais temidos do país, com um futebol envolvente e de alta qualidade.

São dos profissionais que se assemelham em alguns aspectos. Por exemplo, sempre se mostraram ótimos gestores de grupo e contrários à "farra" dentro do vestiário. Por outro lado, se Scolari é mais "turrão", Renato é mais "fanfarrão" - aqui, falo sem depreciar nenhum deles e faço apenas uma constatação.

O Grêmio do Felipão, o Grêmio do Renato...por fim, para responder a pergunta proposta no início, gostaria de propor uma diferenciação. O primeiro, na década de 1990, foi mais hegemônico que o atual, e isso, claro, tem a mão do treinador. Portanto, o pentacampeão ainda está um degrau acima em termos de relevância histórica (fora das quatro linhas, que fique bem claro). Agora, existem duas formas de o atual comandante assumir este posto - e muito brevemente. Se vier a ganhar um Brasileirão ou mais uma Libertadores, ele deixa a disputa totalmente desequilibrada por tudo o que isso irá representar. Mas, mesmo sem esse troféu, se daqui alguns anos o clube seguir colhendo frutos desta base montada, pode-se fazer novamente essa discussão com vantagem, ao meu ver, para o ex-camisa 7.

Para mais notícias do Grêmio, clique aqui.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.