Renato Góes sobre ser pai na ficção e na vida real: "Só sabe quando acontece"

Renato Góes é José Leôncio na primeira fase de
Renato Góes é José Leôncio na primeira fase de "Pantanal" (Foto: Globo/João Miguel Júnior)

Atualmente no ar na primeira fase da novela "Pantanal", Renato Góes falou sobre a experiência de ser pai na ficção ao mesmo tempo em que tinha o seu primeiro filho, Francisco, do casamento com a atriz Thaila Ayala. Segundo o ator, saber como ser pai é um "sentimento que só tem como saber quando acontece".

"Quando estava gravando o nascimento do meu filho na novela, estava muito perto do nascimento do Franscisco. Algumas sequências eu fiz até depois da chegada dele. Esse sentimento do que é ser pai só tem como saber quando acontece. E ele foi muito utilizado em cena", declarou em entrevista à coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo.

Ele também revelou que, durante as gravações de "Pantanal" no Mato Grosso do Sul, a esposa o visitou, momento que registrou e compartilhou com seus seguidores no dia da estreia da novela, no último dia 28 de março:

"Essa ida dela com certeza me deu gás. Eu estava lá, determinado, focado, mas era um tempo grande sem a gente se ver. E isso foi tirando um pouco minha energia, meu foco. O fato de ela ter conseguido ir para lá grávida, de ter feito esse esforço pegando aviãozinho e estrada esburacada, foi um gesto lindo", declarou.

Amores em "Pantanal"

Na novela, Góes interpreta José Leôncio e se casa com Madeleine (Bruna Linzmeyer), com quem terá Jove (vivido por Jesuíta Barbosa na segunda fase da novela) nos próximos capítulos. Porém, ele também é pai de Tadeu (José Loreto), do relacionamento com Filó (Letícia Salles na primeira fase; Dira Paes na segunda), grande amor do personagem.

"Com a Madeleine, existe um amor grande, mas no formato de uma paixão avassaladora. São mundos muito diferentes, conflituosos. E aquilo ali explode em algum momento de maneira forte e triste para ambos os lados", analisou o ator. "[Com Filó] é um amor muito puro e verdadeiro. Ela sempre cuidou do José Leôncio. E ele sempre foi um cara que não a valorizou como ela merecia. Ele se culpa por isso."