Com sintomas de Covid-19, Renato Gaúcho é vetado de jogo da Libertadores

Redação Esportes
·1 minuto de leitura
Brazil's Gremio coach Renato Gaucho gestures during the Copa Libertadores football tournament second round against Peru's Ayacucho FC, at the Arena do Gremio stadium in Porto Alegre, on March 10, 2021. (Photo by Silvio AVILA / POOL / AFP) (Photo by SILVIO AVILA/POOL/AFP via Getty Images)
Renato durante jogo da Libertadores contra o Ayacucho, do Peru (SILVIO AVILA/POOL/AFP via Getty Images)

O técnico Renato Portaluppi não acompanhará a delegação do Grêmio para o jogo desta quarta (7), válido pela Libertadores, em Quito, no Equador. O departamento médico do clube vetou a ida do treinador após ele apresentar sintomas de Covid-19 e ser colocado em isolamento.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola

Em nota oficial, o clube informa que Renato relatou ao DM que sentia dores musculares e garganta inflamada, além de ter estado febril durante a noite de domingo.

Leia também:

O treinador testou negativo no sábado, antes do confronto contra o Internacional pelo Campeonato Gaúcho. Como parte do protocolo adotado pelo clube, o técnico passará por outro exame nesta segunda.

Sem Renato, a delegação tricolor embarcou rumo a Quito no início da manhã deste segunda. O clube ainda não informou quem será o comandante no jogo em território equatoriano.

O Grêmio enfrenta o Independiente Del Valle na quarta, em jogo válido pela terceira fase da pré-Libertadores, a partir de 19h15. O jogo de volta será no dia 14 de abril, na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, às 21h45.