• Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Renata Vasconcellos detona Jair Bolsonaro após presidente atacar repórter: "Descontrolado"

Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Resumo da notícia:

  • Renata Vasconcellos e William Bonner criticaram o presidente Jair Messias Bolsonaro no 'Jornal Nacional'

  • Os jornalistas condenaram o comportamento do presidente, que mandou uma repórter calar a boca após ser questionado sobre não usar máscara em evento

  • Bolsonaro agrediu verbalmente a jornalista, e afirmou que todos da imprensa são "canalhas"

Após o presidente Jair Bolsonaro mandar uma repórter da TV Globo calar a boca ao ser questionado sobre não usar máscara, Renata Vasconcellos e William Bonner declararam apoio à profissional durante o 'Jornal Nacional'. Renata chamou o presidente de "descontrolado", e Bonner afirmou que a imprensa não ficará com medo de trabalhar devido aos ataques do presidente.

"O presidente destratou a repórter Laurene Santos, da TV Vanguarda, afiliada da Globo. Laurene perguntou por que ele tinha chegado à cidade sem máscara mesmo tendo sido multado recentemente em São Paulo por não usar a proteção. Bolsonaro disse: 'Eu chego como eu quiser, onde eu quiser, eu cuido da minha vida', afirmou Bonner.

Leia também:

O âncora afirmou que a TV Globo continuará trabalhando para desmascarar a verdade sobre o governo do presidente, e completou: A Globo e a TV Vanguarda repudiam o tratamento dado pelo presidente à repórter Laurene Santos, que cumpria apenas o seu dever profissional. Não será com gritos nem intolerância que o presidente impedirá ou inibirá o trabalho da imprensa. Esta, ao contrário dele, seguirá cumprindo o seu papel com serenidade. A Laurene Santos, a irrestrita solidariedade da Globo e da TV Vanguarda".

Entenda o caso

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) se irritou e mandou uma repórter da TV Vanguarda, afiliada da TV Globo, calar a boca ao ser questionado sobre não utilizar máscara durante um evento em Guaratinguetá, no interior de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (21).

Bolsonaro esteve na cidade para acompanhar a formatura da Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR). Ao chegar no local, o presidente causou aglomeração e, conforme relatado pela repórter da emissora, não utilizou o equipamento obrigatório para frear a transmissão da Covid-19.

Recentemente, Bolsonaro foi multado por não usar o equipamento em São Paulo durante um passei com motociclistas na capital. O valor da multa foi fixado em R$ 552,71. Após ouvir a pergunta da repórter, o presidente se descontrolou e esbravejou com a profissional.

“Olha, eu chego como eu quiser, onde eu quiser, eu cuido da minha vida. Se você não quiser usar máscara, não use. Agora, tudo o que eu falei sobre Covid, infelizmente, para vocês, deu certo”, disse o chefe do Executivo federal.

Inicialmente, o presidente usava máscara ao conversar com a imprensa. Após a perguntar da repórter, ele retirou o equipamento e prosseguiu com os ataques.

“Parem de tocar no assunto. [Presidente tira a máscara] Você quer botar… Me bota agora… Vai botar agora… Estou sem máscara em Guaratinguetá. Está feliz agora? Você está feliz agora? Essa Globo é uma merda de imprensa. Vocês são uma porcaria de imprensa”, vociferou o presidente.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos