4 remakes que fizeram mais sucesso que seus originais

Marcela Zanetti
·2 minuto de leitura

Se você ama cultura pop, já deve saber que estamos na era dos remakes não é mesmo? Filmes da Disney estão ganhando mil e um live-actions, diversos musicais da Broadway estão ganhando vida na telinha e assim por diante. Mas não foi sempre assim.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Muitas vezes os remakes ganharam uma má reputação. Mas não se preocupe. Viemos aqui hoje em defesa das releituras para te mostrar quatro produções que foram melhor avaliados do que os originais e os elencamos já. Olha só:

“High Fidelity”- 2020

A releitura em série que inverte papéis de gênero do clássico de Nick Hornby traz uma versão muito mais atual sobre a dor do amor. Além disso, "High Fidelity” se "desculpa" por todo o estereótipo machista que John Cusack entregou na versão em filme dos anos 2000. Com ninguém mais ninguém menos do que Zoe Kravitz como Rob, a produção ainda conta com uma trilha sonora maravilhosa. Pra assistir já!

“Adoráveis Mulheres”- 2020

Indicado ao Oscar em 2020, “Adoráveis Mulheres”, adaptado de outro livro clássico da literatura inglesa desbancou a versão de 94, que acompanhava a vida de quatro irmãs no interior da Inglaterra e contava com Wynona Ryder e uma Kristen Dunst muito novinha. Mas também, não dá pra negar que o combo Saoirse Ronan e Timothée Chalamet são parte do sucesso, né?

“Nasce uma estrela” - 2019

"Juntos e shallow now" não surgiu da noite para o dia, viu? O longa estrelado por Lady Gaga e Bradley Cooper estava nos planos há algum tempo (até cotaram Beyoncé para a versão!) e foi muito aclamado pela crítica em 2018 substituindo a produção que já havia sido filmado quatro vezes e nunca emplacado - teve até versão com a Barbara Streisand.

“It: A Coisa" - 2017

Agora, se você quer uma comparação concreta, pode se apoiar no filme "It: A Coisa”. O clássico de Stephen King até ganhou uma versão meio trash nos anos 90, mas o remake de 2017 teve a melhor bilheteria nos EUA para um filme de terror: 1,023 bilhão de dólares até o momento. Não dá pra dizer que não é um case de sucesso, né?