Rejeição do presidente Bolsonaro é maior entre a população negra

Alma Preta
·1 minuto de leitura
Presidente Jair Bolsonaro tirando a máscara de proteção contra a Covid-19
Seis em cada dez brasileiros negros consideram o governo Bolsonaro como ruim ou péssimo. (Foto: Evaristo Sa/AFP via Getty Images)

Texto: Caroline Nunes

Nova pesquisa do Instituto Datafolha mostra expressiva rejeição do presidente Jair Bolsonaro (Sem partido). Entre os eleitores negros, seis em cada dez avaliam o governo como negativo. O perfil das pessoas que acham o trabalho do chefe de Estado ruim ou péssimo é composto majoritariamente por brasileiros com ensino superior (65%), negros (61%), funcionários públicos (60%) e mulheres (58%).

A impopularidade do chefe de Estado bateu em fevereiro um recorde de 54% de rejeição popular pela gestão durante a pandemia de Covid-19. A pesquisa anterior, de janeiro, apontava índice de reprovação de 48%.

Segundo o Datafolha, a imagem negativa de Bolsonaro se deve principalmente à lentidão do processo de vacinação contra a Covid-19. A reputação do presidente se compara com a do ex-presidente Fernando Collor (PRN), no mesmo ponto do mandato, em 1992.

Já a taxa de quem acha a gestão de crise ótima ou boa caiu quatro pontos percentuais nesta rodada da pesquisa, ou seja, de janeiro para cá, passando de 26% para 22%. Dentre os que avaliam bem essa gestão estão os seguintes perfis: empresários (38%), moradores do Centro-Oeste/Norte (29%), evangélicos (27%) e eleitores entre 45 e 59 anos (27%).

A margem dos que acreditam que o governo Bolsonaro é regular ficou estável (24%) em comparação com o mês de janeiro (25%). A pesquisa nacional do instituto foi realizada por telefone nos dias 15 e 16 de março e ouviu 2.023 pessoas. A margem de erro do levantamento é de dois pontos percentuais para mais ou para menos.