​Rei Charles parafraseia Shakespeare em tributo emocionado à rainha

Rei Charles faz primeiro discurso credit:Bang Showbiz
Rei Charles faz primeiro discurso credit:Bang Showbiz

O rei Charles III parafraseou William Shakespeare em seu primeiro discurso após a morte de sua mãe, a rainha Elizabeth.

Visivelmente emocionado, o nobre não poupou elogios à falecida monarca, que morreu "pacificamente" nesta quinta-feira (08), no Castelo de Balmoral, na Escócia.

Em seu primeiro pronunciamento ao Reino Unido e aos outros países da Commonwealth, Charles renovou a promessa de sua "querida mamãe" de uma vida inteira dedicada a serviço do povo.

"Eu falo a vocês hoje com sentimentos de profunda tristeza. Durante toda a sua vida, Sua Majestade, a Rainha - minha querida mamãe - foi uma inspiração e um exemplo para mim e para toda a minha família, e nós temos com ela a maior dívida que qualquer família poderia ter com sua mãe: por seu amor, afeto, orientação, compreensão e exemplo. A rainha Elizabeth teve uma vida bem vivida, uma promessa cumprida, e seu falecimento é lamentado imensamente. Essa promessa de uma vida inteira dedicada ao serviço, eu renovo para todos vocês hoje. Junto com o luto pessoal, que toda a minha família vive, nós também compartilhamos com tantos de vocês no Reino Unido e em todos os países onde a rainha era chefe de Estado, na Commonwealth e pelo mundo, um profundo sentimento de gratidão pelos mais de 70 anos que a minha mãe, como rainha, serviu aos povos de tantas nações", afirmou o rei, com lágrimas nos olhos.

"Em 1947, em seu aniversário de 21 anos, ela jurou durante uma transmissão diretamente da Cidade do Cabo, devotar sua vida, fosse ela curta ou longa, ao serviço de seus povos. Isso foi mais do que uma promessa: foi um profundo compromisso pessoal que definiu toda a sua vida. Ela fez sacrifícios pelo seu dever. Sua dedicação e devoção como soberana nunca vacilaram, em tempos de mudanças e progresso, em de tempos de alegria e celebração, e em de tempos de tristeza e perda", continuou ele em outro trecho do pronunciamento.

O pai dos príncipes William e Harry disse ter ciência das renúncias que precisaria fazer para abraçar seu novo papel.

"Minha vida, claro, irá mudar com as novas responsabilidades que eu assumo. Não será mais possível dedicar muito do meu tempo e energia às instituições de caridade e aos temas que me interessam tão profundamente. Mas eu sei que esse importante trabalho continuará nas confiáveis mãos de outros. Será também um tempo de mudança para a minha família. Eu conto com a ajuda da minha querida esposa, Camilla. Em reconhecimento ao seu leal serviço público desde que nos casamos, há 17 anos, ela se torna minha rainha consorte. Eu sei que ela dedicará a seu novo papel a firme devoção ao dever no qual eu tenho tanto confiado. Como meu herdeiro, William agora assume os títulos escoceses que significaram tanto para mim. Ele me sucede como duque da Cornualha e assume as responsabilidades do Ducado da Cornualha que eu assumi por mais de cinco décadas. Com Catherine ao lado dele, nossos novos príncipe e princesa de Gales irão, tenho certeza, continuar a inspirar e liderar nossos diálogos importantes".

No discurso, Charles fez uma breve menção ao caçula, Harry, que se mudou com a esposa, Meghan Markle, e seus filhos, para os Estados Unidos.

"Eu também quero expressar o meu amor a Harry e Meghan enquanto eles continuam a construir suas vidas no exterior".

Ao final do pronunciamento, o rei fez um agradecimento pelo apoio que vem recebendo desde o anúncio da morte de Elizabeth II.

"Em nome de toda a minha família, eu posso apenas oferecer os mais sinceros e profundos agradecimentos pelas suas condolências e apoio. Eles significam mais para mim do que eu posso expressar. E para minha querida mamãe, enquanto você começa sua última grande jornada para se juntar ao meu querido falecido papai, eu quero simplesmente dizer isso: obrigado a você. Obrigado pelo seu amor e sua devoção à nossa família e à família de nações que você serviu tão diligentemente todos esses anos".

Emocionado, Charles parafraseou Shakespeare: "Que revoadas de anjos cantando te acompanhem em direção ao teu repouso".