Rei Charles III toma medida radical contra funcionários na 1ª semana de reinado e Sindicato condena ação: 'Sem coração'

Getty Images
Getty Images

Conhecido por ter algumas manias excêntricas, o Rei Charles III vem chamando a atenção do mundo em sua primeira semana de reinado. Após viralizar por se irritar com um tinteiro de caneta, o filho da Rainha Elizabeth II tomou uma medida radical contra os próprios funcionários.

Segundo o jornal "The Guardian", Charles III demitiu todos os cem funcionários que trabalhavam na Clarence House, sua ex-residência oficial. Isso porque, agora rei, Charles irá morar no Palácio de Bukingham.

+ Rei Charles III deu ordem aos filhos, William e Harry, após morte da Rainha Elizabeth II.

Ação de Rei Charles III é condenada por Sindicato

Ainda de acordo com a publicação, os funcionários ficaram sabendo da demissão através de uma carta e ficaram enfurecidos com a decisão do rei. "Todos estão furiosos, incluindo os secretários particulares e a equipe de comando. Todo o pessoal tem trabalhado muito desde a noite de quinta-feira [dia da morte da Rainha Elizabeth II] para se deparar com isso. As pessoas estão muito alteradas", disse a fonte do jornal.

+ Rei Charles III: o que a astrologia revela sobre o futuro?

O Sindicato dos Serviços Públicos e Comerciais emitiu uma nota criticando o fato de Charles ter tomado essa decisão ainda no...

Veja mais


Veja também

Rei Charles III: o que a astrologia revela sobre o futuro? Astróloga conta tudo do mapa astral do monarca!
Se você se considera uma pessoa de muitas manias, espere até descobrir os hábitos bizarros do Rei Charles III!
Rei Charles III deu ordem aos filhos, William e Harry, após morte da Rainha Elizabeth II. Saiba qual!