Regina Volpato chora após mal entendido em posto de saúde: "Abandono e descaso"

·2 minuto de leitura
(Foto: Reprodução/Instagram @regina_volpato)
(Foto: Reprodução/Instagram @regina_volpato)

Regina Volpato tentou tomar a xepa da vacina contra a Covid-19 em um posto de saúde próximo à TV Gazeta, mas não teve sucesso. Segundo a apresentadora, que ficou na fila por um tempo, os profissionais da saúde afirmaram que ela só pode se cadastrar em postos de saúde próximos de casa.

A artista conta que entendeu a justificativa e voltou para casa, mas se sensibilizou quando ouviu histórias de outras mulheres que também estavam lá e não tinham como se inscrever nos postos do bairro onde moram. De acordo com Regina, quando essas pessoas saem de casa para trabalhar, os postos ainda não abriram e quando voltam já estão fechados.

Leia também:

"Elas moram em bairros distantes e trabalham ali perto (...) Senti abandono, descaso. Me emociono com essa situação. Meu choro, meu desalento, é porque estou aqui bonita, maquiada, apresentando programa de TV, e depois vou para a minha casa. Entendo que tudo isso é um conforto e que deveria ser de todo mundo, mas não é", avaliou ela.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Regina acredita que essa situação precisa ser reavaliada. A pandemia trouxe à tona vários problemas estruturais, além de ressaltar a desigualdade. "Que falta de respeito. A gente fica adormecida, esquece que tem limite de cidadania de respeito", desabafa. 

A apresentadora tem arritmia, mas não quer receber laudo para tomar a vacina se o seu problema não for sério de fato. "A situação é tão estranha, esquisita, que os valores são colocados em cheque. As pessoas fazem coisas que achavam que nunca iam fazer em nome do desespero. Não tô julgando porque não cabe julgamento. Existem pessoas desesperadas. Cada um de acordo com sua ética e consciência. Eu vou me sentir doente para valer se tentar facilitar para conseguir receita. Não consigo ser de outro jeito", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos