Regina Duarte decide exonerar reverenda Jane Silva, sua adjunta na Cultura

VICTÓRIA AZEVEDO
*ARQUIVO - 28.11.2018 - A atriz Regina Duarte e a reverenda Jane Silva em frente ao Knesset, Parlamento de Israel, em 2018. (Foto: Daniela Kresch/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A atriz Regina Duarte resolveu exonerar a reverenda Jane Silva, sua adjunta na Secretaria Especial da Cultura, nesta sexta-feira (7).

Nos bastidores, um dos cotados para assumir o lugar de Jane é Humberto Braga, que presidiu a Funarte durante o governo Temer, em 2016. Ele tem acompanhado Regina em viagens a Brasília.

Regina ainda não foi nomeada, mas já decidiu que não trabalhará com Jane. Nesse meio tempo, a reverenda estava atuando como secretária interina. A exoneração será assinada pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio.

Jane foi convidada pela própria Regina para assumir o cargo no fim de janeiro. O convite estremeceu a classe artística. Pessoas que até então apoiavam a ida da atriz para a pasta foram surpreendidas pela decisão.

Conversas nos bastidores já indicavam desentendimento entre as duas. O comentário era que Jane estava tentando passar por cima da chefe nas atribuições da pasta.

Segundo relatos, a reverenda quis exonerar funcionários e tomar decisões sem falar com a atriz, o que teria aborrecido Regina.

​Em nota, a secretaria afirmou que a exoneração partiu de decisão do ministro do Turismo e que ainda não há nenhuma definição sobre quem irá ocupar o cargo.