Regina Duarte conta que parentes evitam encontrá-la e desdenha

*ARQUIVO* BRASILIA, DF,  BRASIL,  04-03-2020 - Regina Duarte. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
*ARQUIVO* BRASILIA, DF, BRASIL, 04-03-2020 - Regina Duarte. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Regina Duarte, 75, acordou cedo nesta quarta-feira (18) para festejar o aniversário de dois anos da neta Isabel, filha do caçula e diretor de televisão João Gomez com a atriz Talita Younan. Ela publicou uma foto em que aparece com um chapéu estilo cone, típicos em festas infantis, e revelou que a celebração iria contar com uma pequena parte da família.

"Ecos de um dia feliz: Isabel completa neste mês dois aninhos de vida rodeada de amiguinhos e suas famílias, sua bisavó, seu bisavô, suas 2 avós, suas madrinhas, seus manos, papai, mamãe... e toda a árvore genealógica presente e a ausente também", começou a atriz dando a entender que alguns parentes se afastaram dela nos últimos tempos.

Ela, então, prosseguiu desabafando: "Nessa vida dura nada dura para sempre, nem mesmo as pedras mais renitentes. Esqueci algum detalhe?", escreveu. Os fãs de Regina Duarte entenderam logo o recado da atriz e chamaram de "livramento" o distanciamento de familiares que, supostamente, não aceitam o seu posicionamento político.

"Graças a Deus, Regina! Parentes assim são livramentos quando não estão por perto", comentou um seguidor. "Antes só do que mal-acompanhada", aconselhou outro internauta e o terceiro completou: "Estar só nem sempre significa solidão."

Em seguida, ela postou um nova postagem ainda lamentando o resultado das urnas nas últimas eleições de 2022. A atriz sempre foi umas das apoiadoras mais ativas de Jair Bolsonaro nas redes. Além de familiares, Regina sabe que também virou persona non grata para alguns colegas de trabalhos.

Recentemente, Gabriela Duarte, filha da atriz, condenou os atos de vandalismo que aconteceram no dia 8 de janeiro, em Brasília, enquanto Regina saiu em defesa do ex-presidente.