Redes sociais do novo 'Matrix' brincam com mudança de nome do Facebook

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 min de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 17.09.2021 - Still de mão segurando um celular com o aplicativo de rede social Facebook aberto. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP, 17.09.2021 - Still de mão segurando um celular com o aplicativo de rede social Facebook aberto. (Foto: Gabriel Cabral/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Os responsáveis pelas redes sociais do longa "The Matrix: Resurrections" brincaram com a mudança de nome da empresa Facebook Inc. para Meta, anunciada nesta quinta-feira (28) pelo presidente da companhia Mark Zuckerberg, 37.

Há sete semanas, na primeira postagem das páginas, foi exibido um pequeno vídeo que convidada os internautas a assistir o trailer do longa, que na ocasião estava prestes a ser lançado. A imagem mostrava duas pílulas, uma azul e uma vermelha que davam espaço aos clássicos códigos do filme, acompanhada da frase: "A escolha é sua".

Nesta sexta-feira (29), uma nova publicação trazia a mesma imagem, com uma pequena alteração na frase: "Agora, baseado em fatos reais. A escolha é sua", com a hashtag meta. Outra diferença em relação à primeira postagem é que esta conta com a data de estreia do longa: 22 de dezembro de 2021.

"The Matrix: Resurrections" vai estrear nos cinemas e no serviço de streaming HBO Max. A saga mostra uma realidade virtual construída por uma inteligência artificial futurista que escraviza a humanidade.

O primeiro longa da série Matrix foi lançado em 1999, um sucesso estrondoso de bilheteria. Dois filmes chegaram às telas dos cinemas na sequência, ambos em 2003.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos