Red Bull Bragantino "salva" as contas do São Paulo

Jorge Nicola
·1 minuto de leitura
Gabriel Novaes estava emprestado pelo São Paulo ao Bahia e vai jogar no Red Bull (Walmir Cirne/Agif)
Gabriel Novaes estava emprestado pelo São Paulo ao Bahia e vai jogar no Red Bull (Walmir Cirne/Agif)

Quase R$ 32 milhões. É essa grana a que terá direito o São Paulo em duas transferências de jogadores em definitivo para o Red Bull Bragantino - Helinho e Gabriel Novaes.

Tal dinheiro será fundamental para o Tricolor neste momento de enorme dificuldade financeira, graças a dívidas com Daniel Alves (R$ 12 milhões), Dínamo de Kiev (R$ 22 milhões), Athletico (R$ 15 milhões), Orlando City (R$ 6 milhões) e com o elenco - o presidente Julio Casares terá de pagar cerca de R$ 6 milhões a mais por mês de folha salarial porque Leco adiou o pagamento de 50% dos vencimentos dos atletas em 2020.

Leia também:

A venda de Helinho já estava confirmada há alguns dias. O ponta foi por empréstimo ao Red Bull por R$ 2,6 milhões no ano passado. Agora, pelo repasse em definitivo de 80% dos direitos econômicos, o Tricolor terá direito a mais R$ 23 milhões.

A segunda transferência de atleta para o Red Bull é do também atacante Gabriel Novaes. Artilheiro nas divisões de base do São Paulo, o centroavante chegou a ser emprestado ao Barcelona B. Não deu certo por lá, voltou e esteve emprestado ao Bahia.

O time de Bragança Paulista topou pagar 900 mil euros ou cerca de R$ 6 milhões por 80% dos direitos de Gabriel Novaes - o Bahia também vai receber uma quantia pela quebra do contrato de empréstimo.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola