Record acerta com Galisteu, mas erra na dinâmica de estreia do 'Power Couple'

·3 minuto de leitura
Adriane Galisteu foi uma boa aposta para o formato (Foto: Reprodução/Record)
Adriane Galisteu foi uma boa aposta para o formato (Foto: Reprodução/Record)

A estreia do 'Power Couple Brasil 5' tinha tudo para ser melhor. A Record acertou na escalação de Adriane Galisteu para comandar o reality show. A apresentadora, que já assistia o programa, entregou carisma e se mostrou à vontade com o formato. O que deixou a desejar foi a dinâmica. Acelerado, o primeiro episódio falhou na apresentação do elenco e alguns pontos ficaram soltos, mal explicados.

Tudo começou com um "jogo da discórdia". Os participantes tiveram que votar nos casais que acham que serão heróis, vilões e coadjuvantes. A votação decidiu o casal power (Renata e Leandro), além de definir quem passará a primeira semana na barraca e no perrengue. Até aí tudo maravilhoso (obrigada por isso, Carelli).

Leia também

As coisas começaram a acelerar e sair do controle quando Galisteu pediu para o casal power fazer a escolha dos quartos. Minutos depois, um sorteio fez Daniele Hypólito e Fábio da Conceição, que estavam na barraca, trocarem de quarto com qualquer outro casal. Eles escolheram o comédia, tirando Márcia Fellipe e Rod Bala do conforto.

Queremos entender a treta 

A dinâmica, intercalada com depoimentos dos participantes, mostrou trocas de farpas. O problema é que o programa teve tanta coisa acontecendo ao mesmo tempo que não deu para entender onde as tretas começaram e o motivo delas. 

Medrado entrou pronta para causar e até citou problemas externos com Matheus Yurley, parceiro de Mariana Matarazzo. Como poucas pessoas conhecem os casais, ficou difícil entender quem estava brigando com quem. A edição não ajudou a esclarecer as dúvidas.

Alguém entendeu isso?

A situação ficou mais constrangedora quando uma prova valendo carro foi iniciada. Quase ninguém entendeu as regras por causa da aceleração. No Twitter, internautas começaram a especular o que seria válido ou não durante a prova. Os próprios vencedores (Mirela Janis e Yugnir) revelaram que não entenderam a dinâmica quando Galisteu perguntou se eles usaram de estratégia para ganhar a atividade.

Provas valendo carro costumam ser as melhores. Além de fazer os participantes darem tudo de si, o público costuma torcer intensamente pelos seus favoritos. Colocar essa atividade logo no início do programa tirou a emoção, pois a prova não exigiu esforço e o público nem teve tempo de simpatizar com alguém para torcer.

Foi ruim, mas tá bom

Quando se fala em 'Power Couple', a primeira característica que vem à cabeça são as provas criativas e elaboradas. A Record poderia ter estreado com uma prova impactante, mas apostou nas tretas que ainda não fazem sentido para o público. Todo mundo gosta do bom e velho barraco. O elenco já mostrou que está disposto a entregar. Não precisava forçar. 

Apesar da estreia confusa, a temporada promete ser boa. Não podemos esquecer que é um reality feito ao vivo durante a pandemia. Além disso, o elenco formado por celebridades pouco conhecidas ajuda no quesito entretenimento. Os participantes não têm o que perder e se jogam para aparecer. A apresentadora tem domínio e as provas podem surpreender quando o ciclo for iniciado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos