'Recomeçou a festa', diz Bolsonaro sobre Lei Rouanet no governo Lula

*ARQUIVO* Osasco, SP, BRASIL, 21-10-2022: Sabatina com o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato a reeleição, no SBT. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)
*ARQUIVO* Osasco, SP, BRASIL, 21-10-2022: Sabatina com o presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato a reeleição, no SBT. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress)

KISSIMMEE, ESTADOS UNIDOS (FOLHAPRESS) - Com a volta de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à presidência do Brasil, "já recomeçou a festa da Lei Rouanet", disse o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), nesta terça-feira (24), a apoiadores em frente à casa onde está hospedado na Flórida desde o fim de dezembro do ano passado.

"A Lei Rouanet, já recomeçou a festa. Não posso falar nome aqui. Quando eu assumi, cada artista podia pegar até quanto por ano, alguém sabe aí? Cada artista? Artista importante, lógico. Até R$ 10 milhões por ano. Eu passei para R$ 1 milhão quando eu assumi, depois nós passamos para R$ 100 mil. E R$ 100 mil é muito dinheiro, pessoal", disse o ex-presidente, após tirar fotos com partidários na região de Orlando, sudeste dos Estados Unidos.

"R$ 100 mil em dólar são US$ 20 mil, não é isso? Eu sei que o custo de vida é mais caro aqui, você faz a conversão na hora e é mais caro. Mas US$ 20 mil é bastante dinheiro para você aparecer no mundo cultural. Agora, já voltou a festa lá", afirmou.

Bolsonaro afirmou que não iria citar nomes pela presença da reportagem da Folha no local -ele não respondeu às perguntas feitas pela reportagem.

Nesta semana, a atriz Claudia Raia foi criticada após o Ministério da Cultura autorizar que ela capte R$ 5 milhões pela Lei de Incentivo à Cultura para produzir dois musicais. O senador Flavio Bolsonaro, um dos filhos do presidente, criticou a autorização em rede social. "O primeiro mês nem terminou e a farra com dinheiro público já está instalada."

O político viajou à Flórida em 30 de dezembro e, rompendo uma tradição democrática, decidiu não passar a faixa presidencial para Lula.

Ele está hospedado na casa do ex-lutador de MMA José Aldo em um condomínio fechado repleto de brasileiros, com Michelle, a filha, Laura, e uma enteada. Tem feito poucas aparições fora do condomínio e costuma receber mais de uma vez por dia apoiadores na porta da casa, onde tira fotos e dá autógrafos.