Recém-separada, Karoline Lima entra em trabalho de parto: "Vem aí"

Recém-separada, Karoline Lima entra em trabalho de parto (Foto: Marc Atkins/Getty Images)
Recém-separada, Karoline Lima entra em trabalho de parto (Foto: Marc Atkins/Getty Images)

Recém-separada de Éder Militão, com quem espera o primeiro filho, Karoline Lima entrou em trabalho de parto e está prestes a dar à luz Cecília. Em suas redes sociais, neste domingo (10), a modelo compartilhou diversos momentos enquanto aguarda o nascimento da filha.

"Plantão da Karoline e da Ceci. É oficial: vem aí", brincou a modelo, bem humorada. "Tô aqui esperando o tempo dela. A personalidade da gata... Ninguém manda em Cecília Priscilla", continou Karoline, divertindo-se enquanto aguardava.

Ela também deu detalhes momento a momento do parto: "A bolsa rompeu, estou com 5 centímetros de dilatação, mas precisamos esperar mais", informou. Karoline está com 38 semanas de gestação: "Aqui tem um negócio que é um sonho: até o parto normal tem anestesia. Então estou sem dor", celebrou a modelo.

"Sei que estou tendo contração porque estou sendo acompanhada aqui, mas não sinto a dor da contração. E treinei o movimento do empurrão da Ceci esse tempo todo com minha fisioterapeuta pélvica", continuou. "Mas tô aqui plena, pronta para as fotos e a gata se recusa a descer o cabeção. Cadê os óleos que escorregaram meu aplique?", sugeriu Karoline.

No Twitter, Militão dividiu com os seus seguidores que também está no hospital para acompanhar o nascimento da criança: "Contagem regressiva pra maior vitória da minha vida, dessa vez fora de campo. Cecília vai nascer hoje. Estamos no hospital pra vê-la chegar. Vem, filha! A vida te espera aqui fora", comemorou o jogador do Real Madrid.

Karoline Lima e Éder Militão estavam juntos há um ano e anunciaram a gravidez em dezembro. Na última semana, a modelo contou ao perfil do Instagram Gossip do Dia que, assim que o atleta voltou de viagem, ela tentou fazer dar certo pelo bem de Cecília, mas acabou entendendo que não estava dando mais.

"Ódio de grávida é pra sempre, então aguenta. Mas [ele] voltou para casa, decidiu. Agora temos Cecília para vir ao mundo, outras responsabilidades. Temos que amadurecer e pensar nela como primeiro lugar de tudo. Espero que tenha servido de aprendizado para ele. Não estou muito boa com ele, mas estamos aí", comentou.