A razão científica pela qual a maioria das mães carrega seus bebês do lado esquerdo

Reprodução/Pexels Pixabay

Pesquisas indicam que entre 70% e 85% das mães carregam seus bebês do lado esquerdo do corpo (até a Virgem Maria é tipicamente representada segurando Jesus desta maneira), e aparentemente há uma razão científica para tal.

Pesquisadores da Universidade de Sussex, no Reino Unido, reuniram mais de 30 alunos de graduação (incluindo 12 homens) para analisar a associação entre o fato de embalar um bebê do lado esquerdo do corpo e a resposta emocional do lado direito do cérebro.

Numa primeira etapa, os indivíduos foram observados segurando bonecas semelhantes a bebês. Em seguida, tiveram que observar diversas imagens faciais desenvolvidas para mostrar se usavam o lado direito ou esquerdo do cérebro para processar as suas emoções. As descobertas, publicadas na revista científica Developmental Science, revelaram que as mulheres demonstraram uma forte preferência por segurar as bonecas em seu lado esquerdo. Os pesquisadores acreditam que esta é a principal maneira pela qual uma mãe responde aos comportamentos do filho, como chorar, rir e bocejar.

“Os resultados para as mulheres foram muito claros. A forma como uma mulher embala uma criança é governada por qual hemisfério do seu cérebro está processando os estímulos que recebe do bebê,” explicou Victoria Bourne, uma das pesquisadoras envolvidas. “Os lados diferentes do cérebro fazem coisas distintas. Para a maioria das pessoas, o lado direito do cérebro controla o lado esquerdo do corpo e ajuda a processar as emoções”.

Essencialmente, segurar o bebê do lado esquerdo direciona respostas críticas do bebê ao lado direito do cérebro da mãe, responsável pelas emoções e pela intuição. Isso cria uma oportunidade perfeita para fortalecer os vínculos entre ambos, ao proporcionar à mãe uma capacidade intuitiva para responder rapidamente às necessidades da criança.

É interessante ressaltar que os participantes do sexo masculino não demonstraram qualquer viés no momento de segurar as bonecas. Os pesquisadores acreditam que somente quando um homem se torna pai, começa a adotar esta forma de comunicação com seu bebê.

As descobertas do estudo também apoiam uma pesquisa recente publicada na revista Nature Ecology and Evolution, que indicou que embalar um bebê do lado esquerdo é a principal maneira pela qual uma mãe responde aos comportamentos do bebê.

Nisean Lorde

Yahoo Canada Style