Rapper e ator DMX morre aos 50 anos

·1 minuto de leitura
Earl Simmons, conhecido como DMX, se apresenta no festival de Woodstock, em Rome, Nova York

NOVA YORK (Reuters) - O rapper e ator norte-americano Earl Simmons, conhecido pelo nome artístico DMX ou Dark Man X, morreu nesta sexta-feira aos 50 anos, segundo a revista People, depois de sofrer um infarto durante o que reportagens disseram ter sido uma overdose de drogas.

Entre as canções do artista que chegaram ao topo das parada estão "Party Up (Up in Here)" e "X Gon' Give It To Ya". Sua carreira foi marcada por problemas legais e penas de prisão.

"Estamos profundamente entristecidos de anunciar que nosso ente querido, DMX, nascido Earl Simmons, faleceu aos 50 anos no Hospital White Plains com a família...", escreveu sua família em um comunicado citado pela revista.

DMX perdeu a consciência em casa, informou sua família, e foi levado a um hospital de Nova York onde seu ex-empresário disse que ele estava sendo preservado sem atividade cerebral.

As publicações de celebridades TMZ e Billboard disseram que ele teve uma overdose de drogas que desencadeou um infarto.

DMX, que cresceu em Yonkers, Nova York, tirou o pseudônimo do nome de uma bateria eletrônica usada em músicas de rap. Quando tinha 14 anos, um rapper mais velho que havia sido seu mentor o induziu a fumar crack, disse DMX em uma série documental transmitida no canal BET.

"Ele criou um monstro", disse. "A cocaína quase tirou minha vida em algumas ocasiões."

(Por Nick Zieminski)