Rapper Cardi B diz que foi vítima de assédio durante ensaio fotográfico

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - A rapper Cardi B disse nesta quinta-feira (26), durante uma entrevista, que foi vítima de assédio sexual durante uma sessão de fotos para uma revista.

Segundo a cantora, o fotógrafo perguntou 'Você quer aparecer nessa revista?" e, em seguida, colocou seu pênis para fora da calça.

"Eu estava muito brava", disse a rapper. "Sabe o que é maluco? Eu falei para o dono da revista e ele simplesmente olhou para mim com uma cara de 'e daí?'"

Sem especificar a revista, o agressor ou a época em que o assédio ocorreu, ela também falou sobre o movimento Me Too e disse que as mulheres da periferia passam por esse tipo de situação todos os dias.

Em outubro de 2018, Cardi B. foi presa por supostamente por ter mandado seguranças e amigos seus agredirem duas garçonetes na boate Angles Strip Club, em agosto. As mulheres sofreram agressões físicas, como socos, puxões de cabelo e pancadas de cadeiras e garrafas. 

Em junho ela se declarou inocente de todas as acusações perante a Justiça americana.