Rapper é acusado de cortar pênis de professor para ter audiência no YouTube

Redação Vida e Estilo
·1 minuto de leitura
As informações são do site do jornal britânico The Independent (Foto: Reprodução/YouTube)
As informações são do site do jornal britânico The Independent (Foto: Reprodução/YouTube)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um rapper espanhol de nome Aaron Beltran é acusado de cortar com uma faca de cozinha o pênis de um professor em troca de audiência para seu canal no YouTube. As informações são do site do jornal britânico The Independent. 

Segundo a publicação, o corte teria sido em comum acordo entre as partes já que a vítima teria dificuldades para lidar com a sua sexualidade. O professor teria direito a receber uma quantia significativa em dinheiro caso o vídeo viralizasse na redes. 

Leia também

O professor de nome Andrew Breach teve um intenso sangramento e foi para o hospital na região espanhola de Zaragoza. O pênis dele foi reimplantado após ser encontrado dentro de um saco de lixo. A polícia local, após colher depoimentos, definiu que o corte foi feito por dinheiro. Porém, Beltran nega envolvimento.

Nos tribunais, Breach mudou sua versão e começou a dizer que ele mesmo havia cortado o órgão por não ter certeza sobre a sua sexualidade e por achar que não precisava mais do pênis. Num primeiro momento, o professor tinha dito que tinha sido o rapper quem teria feito o corte. A polícia não descarta outras possibilidades.

A pena caso o rappper seja condenado pode ultrapassar os quatro anos e meio de prisão mesmo se as autoridades considerarem que o corte feito por ele foi em consenso com a vítima. 

"Ele fez um acordo com o acusado de pagar a ele 200 euros (o equivalente a R$ 1,3 mil) que dependeria de quantas visualizações o vídeo da amputação receberia no YouTube. Foi feito com base em acessos", informou um oficial ao Independent.