Raphael Vicente junta família e humor em vídeos e faz sucesso nas redes sociais

Emily Santos
·4 minuto de leitura
Raphael Vicente e sua família. Foto: Reprodução/Instagram @raphaelviicente
Raphael Vicente e sua família. Foto: Reprodução/Instagram @raphaelviicente

1,4 milhão de seguidores e quase 18 milhões de curtidas. Esses são os números de Raphael Vicente, de 20 anos, no TikTok. Um dos criadores de conteúdo digital de maior sucesso do último ano, Rapha é sensação das redes sociais e ganha mais fãs com seu humor familiar sempre que um novo vídeo é publicado.

A conta do menino na plataforma de vídeos foi criada há pouco mais de um ano, e foi o bastante para que o reconhecimento viesse. No entanto, Rapha revelou durante um papo com o Yahoo! que essa não foi a primeira rede social para a qual produziu conteúdo. 

Leia também

"Esse ano faço 7 anos no ramo de vídeos, é muito tempo que faço isso. E já fiz de tudo, fui viner [criador de conteúdo no Vine, rede social que não existe mais], já fui youtuber, e ano passado conheci o TikTok, que me abriu as portas", conta.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O sucesso no TikTok veio sem pretenção. "Não pensei que meus vídeos iam viralizar. Eu era muito tímido. Ainda sou, mas agora é diferente do que era um tempo atrás". O reconhecimento do público e a transformação da criação de conteúdo de hobby em trabalho foi fundamental para essa mudança.

Além dos anônimos, alguns artistas também conheceram e reconheceram o trabalho do carioca. "Tenho a Tatá Werneck como uma pessoa em quem me inspiro. E ela viu um dos meus vídeos e me mandou uma mensagem dizendo: 'Oi Rapha, amei o seu vídeo. Você é demais'. Eu fiquei sem reação", revelou aos risos.

Nos vídeos, que fazem um sucesso estrondoso nas redes sociais, o jovem mostra um humor do cotidiano que faz quase todo mundo se identificar. E as ideias, ele conta, surgem naturalmente. "Às vezes estou andando, vem um pensamento e eu digo: 'caramba, isso daria um bom vídeo'. Eu só anoto a ideia e desenvolvo o roteiro", explica. Anotar é fundamental para não deixar a ideia "fugir" da mente. 

E Rapha cumpre todas as funções em seus vídeos, de astro principal e diretor a roteirista e editor. "Sou eu que gravo quando não estou em cena, mas quando apareço é minha irmã que me ajuda". 

Família reunida

Apesar de ser o idealizador do perfil nas redes sociais e a mente por traz dos vídeos, Rapha raramente aparece sozinho nas produções. Agora, a família do jovem é coadjuvante nas histórias contadas no vídeo. "Eles são cruciais", afirma ele, e brinca que parte do seu público só o acompanha para ver sua família.

A avó Maria Antônia e a irmã Eduarda, as madrinhas Luciene e Laudicea e o afilhado William agora são figurinhas carimbadas do público fiel dos vídeos, e o tiktoker é muito grato por isso. "Minha família sempre me deu apoio. Desde o começo, diziam que se era o que eu queria, que fosse em frente. E todos amaram quando eles começaram a aparecer, então estamos aí até hoje."

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Amor pela dança

Quem usa o TikTok sabe que a sensação da rede social são os vídeos de danças. E a dança é outra paixão de Raphael — não as dancinhas do TikTok por si, mas a dança em geral. Isso é algo tão importante para ele que, em 2019, fundou o grupo Dance Maré.

"Sempre amei a dança e tenho alguns amigos que gostam também, mas nunca tivemos a chance de fazer aulas. Então, dois anos atrás comecei a pensar em criar um grupo de dança, eles amaram a ideia e criamos o Dance Maré", explica o influenciador.

Com a dança, sim, Raphael tem uma pretenção. "Nossa meta é mostrar aspectos aqui da favela, o amor, a alegria, nos vídeos de dança. Mostrar para as pessoas que são de outras favelas que elas podem tudo, e que o lugar que a gente vive é um lugar bom".

As coreografias feitas pelo grupo são gravadas e publicadas nas redes sociais do tiktoker e no canal no youtube do Dance Maré. 

Criação de conteúdo na pandemia

Assim como outros tiktokers, Raphael começou a criar conteúdo no começo da pandemia do novo coronavírus, que atingiu o brasil em meados de março de 2020. Em seus vídeos, recorrentemente, ele aparece em casa junto da família e de seu cão escudeiro, Scott, e reforça a ideia de ficar em casa nesse momento tão perigoso.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O influenciador opina que o tipo de conteúdo produzido no TikTok é muito importante para estimular as pessoas a ficarem em casa, por isso ele aproveita para passar os cuidados necessários na pandemia. Esses cuidados foram reforçados por ele, inclusive, quando descobriu que havia contraído o vírus da Covid-19 no final de março de 2021. Para não expôr a família que haviam testado negativo, ele se isolou e cumrpiu uma quarentena regrada. "Fiquei duas semanas 'preso', separado do pessoal da minha casa e foi horrível", contou.

As precauções foram necessárias para evitar que a avó e a madrinha, que já são idosas, também contraíssem a doença. Os cuidados compensaram e o jovem comemorou que as duas tomaram a primeira dose da vacina contra Covid. 

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

"Agora é esperar pela segunda dose e por novos vídeos", diz o influenciador, que já testou negativo para o vírus.