Rainha Elizabeth II reconhece Lilibeth Diana como sucessora do trono

·1 minuto de leitura
EGHAM, UNITED KINGDOM - JULY 11: (EMBARGOED FOR PUBLICATION IN UK NEWSPAPERS UNTIL 24 HOURS AFTER CREATE DATE AND TIME) Queen Elizabeth II (wearing her Vanguard Rose Brooch which she received in 1944 from Messrs John Brown and Co. when she launched HMS Vanguard) attends the Out-Sourcing Inc. Royal Windsor Cup polo match and a carriage driving display by the British Driving Society at Guards Polo Club, Smith's Lawn on July 11, 2021 in Egham, England. (Photo by Max Mumby/Indigo/Getty Images)
Rainha Elizabeth II colocou a bisneta, filha de Harry e Meghan, na linha sucessória do trono (Photo by Max Mumby/Indigo/Getty Images)

A rainha Elizabeth II reconheceu, através do site do Palácio de Buckingham, que a filha caçula de Meghan Markle com o Príncipe Harry, que nasceu no começo de junho, nos Estados Unidos, faz parte da linha sucessória do trono britânico.

A inclusão de Lilibeth Diana na lista da linha sucessória aconteceu após a imprensa britânica especular por semanas se ela estaria sendo predileta pela coroa. O principal fato das notícias sobre foi a demora da inclusão, já que o Palácio reconheceu o nascimento dias após com uma homenagem.

Leia também:

A bebê ocupa a 8º posição e, provavelmente, jamais chegará perto de se tornar rainha. Na lista ela e o irmão são listados como ‘senhorita’ porque apenas os netos do monarca em sucessão direta recebem o título de príncipe e princesa. Ela e o irmão, Archie, devem receber o título quando Charles ascender ao trono após a morte de Elizabeth II.

Atualmente a linha sucessória é composta por: Príncipe Charles, Príncipe William, Príncipe George, Princesa Charlotte, Príncipe Louis, Príncipe Harry, Archie Harrison, Lilibeth Diana, Príncipe André e Princesa Beatrice.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos