Rainha Elizabeth diz que família real fará sua parte no combate ao coronavírus

.

LONDRES (Reuters) - A rainha Elizabeth disse nesta quinta-feira (19) que a família real fará sua parte agora que o Reino Unido enfrenta o desafio de superar a pandemia de coronavírus. Em todo o território cerca de 3,269 pacientes testaram positivo para o covid-19 e foram registradas 144 mortes.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

"Muitos precisaremos encontrar novas maneiras de manter contato uns com os outros e fazer com que os entes queridos fiquem em segurança. Estou certa de que estamos à altura deste desafio", disse a monarca, de 93 anos, em uma mensagem à nação.

Leia também

"Podem estar certos de que minha família e eu estamos prontos para fazer a nossa parte." Na terça-feira, a rainha anunciou o cancelamento de festas nos jardins de sua residência e vários outros eventos e informou que iria nesta quinta-feira para o Castelo de Windsor, a oeste de Londres, com seu marido de 98 anos, príncipe Philip, para passar a Páscoa, uma semana antes do normal.

O Palácio de Buckingham informou que as mudanças são "uma precaução sensata". "Ao mesmo tempo que chegamos hoje a Windsor, Philip e eu sabemos que muitos indivíduos e famílias do Reino Unido, e de todo o mundo, estão entrando em um período de grande preocupação e incerteza", disse a mensagem da rainha.

"Todos nós estamos sendo aconselhados a mudar nossas rotinas e padrões de vida pelo bem maior das comunidades em que vivemos e, em particular, para proteger os mais vulneráveis", disse.

"Em momentos com este, lembro-me de que a história de nossa nação foi forjada por pessoas e comunidades que se unem para trabalhar como uma só, concentrando nossos esforços combinados com foco no bem comum".

(Por Andy Bruce e Stephen Addison)

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.