Rainha Elizabeth diz que ainda vai avaliar renúncia de Harry e Meghan

Agência


Após o anúncio do príncipe Harry e Meghan Markle sobre a renúncia dos privilégios da família real britânica, o Palácio de Buckingham divulgou um comunicado nesta quarta-feira, 8, no qual fala em "discussões iniciais".

"As discussões com o duque e a duquesa de Sussex estão no início. Nós entendemos o desejo deles de ter um posicionamento diferente, mas esses assuntos são complicados e tomarão tempo para serem resolvidos", diz a nota assinada pela vice-secretária de comunicação da rainha Elizabeth.

Segundo uma fonte próxima à realeza britânica, a família está magoada e desapontada com o repentino anúncio de afastamento do casal. Nem a rainha nem o príncipe Charles, herdeiro do trono, foram consultados previamente.

Mais cedo, Harry e Meghan informaram que deixarão a condição de "membros seniores" para ter maior "independência financeira" em suas atividades públicas e de caridade. A decisão, segundo a nota, foi tomada "após muitos meses de reflexão e discussões internas".

O casal optou por "fazer uma transição este ano, começando a desempenhar um novo papel progressivo dentro desta instituição". Além disso, Harry e Meghan informaram que planejam dividir o tempo entre o Reino Unido e os Estados Unidos, "sem deixar de apoiar plenamente à sua majestade, a rainha".

"Esse equilíbrio geográfico nos permitirá criar nosso filho com uma apreciação pela tradição real em que ele nasceu, além de proporcionar à nossa família o espaço para se concentrar no próximo capítulo, incluindo o lançamento de nossa nova entidade beneficente", acrescenta o texto publicado pelo casal no Instagram.

"Esperamos ansiosamente compartilhar todos os detalhes deste emocionante próximo passo no devido tempo, enquanto continuamos a colaborar com sua majestade, a rainha, o príncipe de Gales, o duque de Cambridge e todas as partes relevantes. Até lá, aceite nossos mais profundos agradecimentos por seu apoio contínuo", afirmam Meghan e Harry.

Casados desde maio de 2018, o duque e a duquesa de Sussex têm um filho, Archie Harrison, que nasceu em maio de 2019. O menino é o primeiro bebê inter-racial da história moderna da monarquia britânica. Embora seja o sétimo na linha de sucessão do trono, ele não recebeu o título de príncipe.